<
>

Judô: pela primeira vez na história, Brasil contrata uma técnica mulher para comandar a seleção masculina

Japonesa é a primeira técnica do time de judô Getty Images

A japonesa de 36 anos Yuko Fujii será a primeira mulher na história do judô brasileiro a comandar a seleção masculina rumo aos Jogos Olímpicos.

Contratação foi anunciada nessa semana, junto com os nomes dos judocas convocados para o Campeonato Mundial Individual e por Equipes Mistas, que acontecerá em Baku, no Azerbaijão, entre 20 e 27 de setembro.

Silvio Acácio Borges, presidente da CBJ, acredita que ter escolhido Yuko para assumir a seleção é um marco para o esporte, e completou: “É mais uma demonstração de que o judô está conectado aos princípios mais atuais de gestão. Independentemente de ser mulher ou homem, é a competência que fala mais alto. A meritocracia é o nosso principal critério, e a Yuko tem tudo para fazer um ótimo trabalho".

A convite do Comitê Olímpico do Brasil e da CBJ, Yuko chegou ao Brasil em 2012 depois de auxiliar nos treinamentos da seleção britânica de judô entre 2010 e 2012. A partir de então, ela passou a trabalhar com judocas desde a base até a equipe principal, focando-se sempre nos fundamentos técnicos da modalidade para o alto rendimento.

Ney Wilson Pereira, gestor de Alto Rendimento da CBJ, pontuou em entrevista à imprensa que graças ao trabalho que ela tem desenvolvido no Brasil desde quando chegou, fez com que ela passasse a conhecer muito bem o judô brasileiro. “Ela está totalmente preparada para assumir a seleção adulta neste momento” – completou Ney.

A japonesa trabalhará ao lado do coordenador Luiz Shinohara comandando a equipe sênior masculina e o desafio deles é classificar os brasileiros para Tóquio-2020. Mas, antes disso, ainda tem o Mundial de Baku.

Em declaração, Yuko reconheceu a grande responsabilidade que é ser técnica de uma seleção que tem histórico de bons resultados, e ainda disse que "hoje, nós temos uma equipe forte e dedicada. Estou empolgada com esse grande desafio, junto com os atletas, com os técnicos dos clubes, com o COB, com a CBJ, enfim, com todos que nos apoiam. Assim, como uma equipe, como um time Brasil, nós conseguiremos fazer grandes conquistas em Tóquio 2020. Finalmente, gostaria de agradecer, mais uma vez a confiança e a recepção do Comitê Olímpico do Brasil, da CBJ e dos atletas”.

Yuko Fujii nasceu na cidade de Toyoake, na província de Aichi, no Japão. É mestre em Educação Física pela Universidade de Hiroshima. Seus principais trabalhos como treinadora de judô foram à frente do Team Bath, da Universidade de Bath (Grã-Bretanha), entre 2007 e 2009, e também do British Judo Performance Institute, entre 2010 e 2012, com a Equipe Nacional da Grã-Bretanha que conquistou em Londres 2012 uma medalha de prata, com a meio-pesado (78kg) Gemma Gibbons e um bronze, com Karina Bryant (pesado). Como atleta, Yuko integrou a seleção nacional júnior do Japão no período de 1997 a 2000.