<
>

Conheça a primeira equipe de ciclismo da América Latina formada inteiramente por mulheres

Ladies Power tem licença da União Ciclística Internacional Divulgação

Atletas de diferentes países e diferentes idades, mas com uma paixão em comum: o ciclismo. E elas são pioneiras. A Weber Shimano Ladies Power é a primeira equipe da América Latina formada inteiramente por mulheres e a única da região com licença na União Ciclística Internacional (UCI). O objetivo? Fomentar o ciclismo feminino no continente e servir de trampolim para que elas se destaquem e chamem atenção de polos tradicionais do esporte, como Estados Unidos e Europa.

“A ideia partiu do dono da equipe, Nicolás Muszkat, que tinha o sonho de apostar no ciclismo feminino. O grande objetivo é dar oportunidades às ciclistas que cresçam no esporte e possam, no futuro, defender grandes equipes. Cumprimos a missão de detectar e desenvolver novos talentos”, disse ao espnW a argentina Verónica Martínez, que foi ciclista por 20 anos, disputou Jogos Olímpicos, é professora de Educação Física e diretora da Ladies Power.

O projeto profissional foi criado em 2014 pela Shimano, empresa líder de mercado em acessórios para bicicleta. Todas as atletas ficam em seus países e se reúnem para 20 dias ou um mês de treinamento quando alguma competição está chegando. A equipe reúne as melhores ciclistas da América Latina e, atualmente, conta com 12 mulheres – a mais velha tem 35 anos e a mais nova 18.

As ‘Ladies’ são Mariela Delgado, Caterina Previley, Micaela Barroso, Mercedes Fadiga, Maribel Aguirre, Fernanda Yapura, Cristina Greve (Argentina); Jessenia Meneses, Camila Valbuena e Rocío Parrado (Colômbia); Marlies Mejías (Cuba); e Aranza Villalón (Chile).

Apenas uma ciclista do Brasil já integrou o elenco, em 2016: Luciene Ferreira, do Mato Grosso do Sul, que é bicampeã brasileira de estrada (2012 e 2013) e de contrarrelógio (2011 e 2012). “Não tivemos atleta do País em 2017, mas gostaríamos de voltar a ter. No entanto, dependemos de patrocínio”, contou Verónica.

O ano de 2017 foi o melhor para a Weber Shimano Ladies Power em termos de resultado. A equipe conquistou 55 vitórias e 58 pódios, entres eles as medalhas de ouro, prata e bronze no inédito Tour Feminino Internacional do Uruguai.

Entre outras provas, disputaram o Mundial de Pista de Montichiari, na Itália, o Mundial de Estrada de Bergen, na Noruega, e os Jogos Sul-Americanos da Juventude, no Chile. O grande destaque do ano foi a cubana Marlies Mejías, com 16 triunfos.