Adequação das regras ao VAR

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola


Nesta semana, a CBF divulgou as alterações das regras realizadas pela FIFA, veja no link https://www.cbf.com.br/noticias/arbitragem/fifa-oficializa-mudancas-nas-regras-do-futebol

Na reunião da International Board, realizada na sede da FIFA, em 3 de março, foi confirmado a inclusão do VAR (Vídeo Assistente Referee) nas regras do futebol, além de outras situações que também estavam em testes, como por exemplo a quarta substituição em jogos com prorrogação.

Normalmente em ano de Copa do Mundo não se faz mudanças drásticas nas regras de futebol, e este ano foram feitas apenas alguns ajustes ao texto para adequar ao sistema de árbitro de vídeo. No link, as alterações/ajustes divulgadas pelo IFAB http://static-3eb8.kxcdn.com/documents/657/135604_220418_Circular_13_2018_v1.0_ES.pdf

VAR em ação em Club Brugge x Anderlecht, em maio de 2018
VAR em ação em Club Brugge x Anderlecht, em maio de 2018 Getty Images

Não houve mudança na regra do impedimento, apenas um ajuste para definir em que momento o sistema de tecnologia tem que captar a imagem para definir a linha de impedimento. É no momento “zero”, no contato com a bola para o passe/toque, e não no momento “um”, na saída da bola. Apenas uma definição para deixar claro no “frame” da câmera lenta. Nada vai mudar no jogo.

Comentários

Adequação das regras ao VAR

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

O uso errado do árbitro de vídeo pode anular uma partida de Copa do Mundo?

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola

Juiz consulta o VAR em jogo da Islândia contra a NIgéria
Juiz consulta o VAR em jogo da Islândia contra a NIgéria Getty Images

Por Rafael Lewandowiski 

O mundo do esporte tem acompanhado com atenção a utilização inédita do VAR na maior competição do esporte, a Copa do Mundo da FIFA. A Copa do Mundo da FIFA 2018, realizada na Rússia, é a segunda edição da história a contar com a utilização de recursos tecnológicos. A primeira foi a Copa do Mundo FIFA 2014, realizada no Brasil, a qual estreou a Goal-Line Technology, tecnologia a qual auxilia os árbitros da partida a decidir se a bola ultrapassou, ou não, a linha do gol.

A adoção do VAR ocorreu em um cenário em que alguns graves erros de arbitragem foram identificados, assim como incidentes os quais passaram despercebidos. O caso mais famoso ocorreu na Copa do Mundo FIFA de 2014, quando o atleta Luis Suarez, do Uruguai, mordeu o atleta Chiellini, da Itália, em partida válida pela fase de grupos da competição. O atleta uruguaio não foi punido no ato, mas, sim, após a partida, o que possibilitou a sua continuidade no jogo e, consequentemente, a possibilidade de influência no resultado da partida. Casos como este impulsionaram a adoção do VAR o qual, em 2017, foi incluído oficialmente no regulamento Laws of the Game (“Regras do Jogo”) da International Football Association Board (“IFAB”).

 Definição e atribuições

 O VAR é um árbitro assistente da partida, com acesso às imagens e replays, que podem ajudar o árbitro principal somente nos casos de "erro claro e óbvio" ou "grave incidente” o qual tenha passado despercebido. O VAR possui as mesmas prerrogativas dos demais árbitros assistentes. As situações de jogo passíveis de revisão são:
a) Gol/Não Gol;
b) Pênalti/Não Pênalti;
c) Cartão vermelho direto
d) Erro de identificação de infrator (quando um atleta é erroneamente advertido com cartão vermelho ou amarelo, no lugar de outro).
Não é permitida a revisão de outras situações de jogo além das citadas.

 As prerrogativas do árbitro

Apenas o árbitro principal detém a prerrogativa de iniciar uma revisão, ou seja, fazer uso do VAR nas situações acima elencadas. O VAR e os demais árbitros assistentes podem apenas recomendar uma revisão e não tem participação direta nas decisões finais. O árbitro pode, inclusive, ignorar a mera recomendação de revisão e, consequentemente, não olhar as imagens do lance em questão, se assim entender pertinente.

A revisão contínua do VAR

O VAR avalia toda e qualquer situação passível de revisão. Caso exista a real necessidade de revisar uma jogada, o VAR recomenda ao árbitro, o qual pode iniciar a revisão ou não. Deste modo, o árbitro de vídeo funciona como um “filtro” para que o árbitro possa, de fato, analisar apenas os lances os quais mereçam atenção. Caso o VAR não identifique uma jogada como erro claro e óbvio, a recomendação de revisão não é passada ao árbitro. A IFAB orienta a repreensão de atletas e comissão técnica os quais pressionarem o árbitro para a revisão de uma jogada exatamente pelo fato do VAR já estar atento aos lances importantes. A área reservada à operação do VAR é inviolável, sendo a aproximação ou invasão de atletas ou comissão técnica punidas com a expulsão destes da partida.

O procedimento das revisões

O árbitro pode iniciar uma revisão de um possível "erro claro e óbvio" ou grave incidente” o qual tenha passado despercebido quando o VAR (ou outro arbitro assistente) recomende uma “revisão” ou quando o próprio árbitro suspeite que algo grave passou despercebido. O VAR se comunica com o árbitro, por meio de ponto eletrônico, dizendo “revisão” e indicando a natureza da revisão, por exemplo, “jogada violenta” (passível de aplicação do cartão vermelho). A comunicação entre o VAR e o árbitro ocorre em tempo integral, sem interrupções e há, ainda, a gravação de todas as conversas.

Caso o árbitro entenda que seja o caso de revisar a jogada, este deve fazer o sinal, com as mãos, semelhante a uma TV, indicando que usará o auxílio do VAR e, ato contínuo, optar por duas situações: tomar a decisão final com base nas informações meramente auditivas proferidas pelo VAR ou dirigir-se a área de revisão do árbitro, onde há uma TV posicionada, para ver as imagens e replays. No caso da segunda opção, a fim de demonstrar transparência, o árbitro deverá estar “visível” para todos os sujeitos da partida enquanto revê o lance em questão.

Conforme prevê o protocolo do VAR, nas Regras do Jogo da IFAB, a decisão original do árbitro não será alterada a menos que haja um “erro óbvio" (isso inclui qualquer decisão tomada pelo árbitro com base em informações de outro assistente, por ex. impedimento). Após analisar as imagens, o árbitro deverá fazer novamente o sinal de uma TV e anunciar sua decisão final.

Prezando pela precisão nas decisões, a IFAB não determina qualquer limite de tempo para a análise do vídeo e posterior decisão final.

O momento das revisões

A partir do evento objeto de revisão, o árbitro, caso a partida não esteja paralisada, deverá interrompe-la para iniciar a revisão. Não pode haver revisão de qualquer jogada depois de praticado um ato de reinício da partida, tais como cobrança de lateral, falta, escanteio, tiro de meta e saída do meio de campo após marcado um gol. Caso a jogada tenha continuidade e, no curso desta, o árbitro receber a recomendação de revisão, este deverá paralisar a partida quando a bola estiver em campo neutro, a fim de não prejudicar o ataque de nenhuma das equipes.

Os eventos passados entre o evento objeto de revisão e a paralisação da partida não serão anulados, salvo no caso de cartão vermelho por interrupção de ataque promissor.

O “desafio” e a regra 5 das Regras do Jogo

A principal crítica ao VAR, nesse momento, é o fato do árbitro ser o único sujeito legítimo para requerer a utilização do recurso. Em outros esportes, por exemplo, há o “desafio”, em que uma equipe ou atleta pode requerer a revisão da jogada que, caso esteja correta, acarretará na perda de um benefício pelo desafiante. No futebol americano, o desafiante que “errar” o desafio perde um tempo técnico o qual tem direito. No vôlei e no tênis, caso o desafiante erre o desafio, perde o direito de discutir as decisões do árbitro novamente.

 O principal impeditivo para a implementação do “desafio” na aplicação do VAR está na regra número 5 das Regras do Jogo, na qual é tratada a figura do árbitro. Na mencionada regra, o árbitro é tratado como soberano sobre todas as decisões de campo, não tendo seu poder delegado a outrem. Nesse sentido, a implementação do “desafio” apenas será possível após a flexibilização do poder do árbitro constante da regra número 5 das Regras do Jogo.

 Anulabilidade da partida pela utilização do VAR e erro de direito

Considerando que o protocolo do VAR está inserido nas Regras do Jogo, a não observância dos critérios de utilização deste, naturalmente, consistirá em violação das Regras do Jogo e, consequentemente, em erro de direito. Consiste em erro de direito a aplicação errônea das Regras do Jogo pelo árbitro da partida. A existência do erro de direito, dependendo de sua gravidade e influência no resultado final da partida pode ensejar a anulação desta.

Sobre a anulabilidade da partida por eventos envolvendo o VAR, as Regras do Jogo aduzem que não será passível de anulação as partidas nas quais ocorrer: a) Mal funcionamento da tecnologia do VAR; b) Decisão errada envolvendo o VAR; c) Decisão do árbitro em não rever uma jogada; e d) Revisão de uma jogada não passível de revisão, tal como escanteio e lateral.

A determinação de impedimento de anulação da partida nas hipóteses acima mencionadas causa certa obscuridade na interpretação das Regras do Jogo visto que, ao mesmo tempo que o árbitro não pode revisar certas situações de jogo, a partida não pode ser anulada por conta disso, ou seja, não há sanção caso o árbitro descumpra o determinado pelo protocolo do VAR.

O mesmo ocorre em situações em que há a possibilidade de revisão de uma situação originalmente não passível de revisão cumulativamente a uma situação passível de revisão. Por exemplo, caso um árbitro, após revisão da jogada, resolver marcar um pênalti, não poderá, em tese, advertir o infrator com o cartão amarelo, já que a revisão das jogadas só são permitidas sobre condutas as quais ensejem a aplicação do cartão vermelho. Outro problema ocorreria, caso o VAR recomendasse uma revisão de jogada violenta, e o árbitro, após a análise das imagens, entendesse que a conduta ensejaria a aplicação apenas do cartão amarelo. Entretanto, o protocolo do VAR impede que o mencionado cartão amarelo seja aplicado já que as revisões só podem ocorrer para a aplicação do cartão vermelho direto.

A atuação do VAR durante a Copa do Mundo da FIFA 2018

Não é necessário esperar o fim da Copa do Mundo da FIFA 2018 para chegar à conclusão de que o VAR será instrumento decisivo para o árbitro daqui para frente. Do mesmo modo, é claramente visível que o VAR poderá sofrer algumas modificações a respeito de sua aplicação, dadas as fortes críticas voltadas a exclusividade do árbitro principal em meramente acionar a tecnologia. A partida entre Brasil e Suíça, válida pela primeira fase, já é mostra de que o VAR pode evoluir para melhor. Em duas ocasiões envolvendo a equipe brasileira, o árbitro decidiu sequer analisar as imagens. Tal decisão foi considerada polêmica justamente pela utilização extensa do VAR, por outros árbitros, durante a Copa do Mundo. Para efeito de registro, metade dos pênaltis foram marcados após revisão do VAR. Há de se observar qual será a resposta da FIFA a respeito das duras cobranças feitas pela Confederação Brasileira de Futebol.

Conclusão

O mundo do futebol está diante de um momento histórico, já que implementação do VAR marca a transparência nas decisões dos árbitros da partida, o que dá credibilidade à modalidade afastando, ainda, as sempre frequentes suspeitas de manipulação de resultados. A implantação gradual do VAR em todas as federações vinculadas a FIFA é necessária para o melhor desenvolvimento do futebol.

Entretanto, nesse primeiro momento, algumas obscuridades do protocolo do VAR como, por exemplo, as hipóteses de não anulabilidade das partidas, fará com que as discussões sobre a efetividade do VAR sejam extensas até que este atinja o modelo ideal adequado especificamente ao futebol. Há de se debater, por muito, as hipóteses de erro de direito que serão naturalmente suscitadas ao passo que o VAR vá ganhando lastro de atuação.

Cabe aos operadores do direito, bem como aos profissionais de arbitragem, a lidar com as iniciais obscuridades, a fim de identificar o modelo ideal do VAR aplicado ao esporte bretão.

Comentários

O uso errado do árbitro de vídeo pode anular uma partida de Copa do Mundo?

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Partiu Rússia - Arbitragem brasileira

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola, blogueiro do ESPN.com.br

Trio brasileiro que irá trabalhar na Copa do Mundo de 2018
Trio brasileiro que irá trabalhar na Copa do Mundo de 2018 Getty Images

Galeão com parada em Frankfurt e destino final Moscou. Esse é o roteiro da viagem dos árbitros brasileiros que atuarão na Copa, saindo neste sábado (02/06),  do Rio de Janeiro.

Sandro Meira Ricci, Emerson de Carvalho e Marcelo Van Gasse vão para o segundo mundial com o desafio de representar a arbitragem brasileira e ter ótimas atuações.

Árbitros que já atuaram na Copa do Mundo de 2014 e fizeram história com o uso da tecnologia gol-não gol pela primeira vez em um Mundial, no jogo França 3 x 0 Honduras, realizado no Beira-Rio.

Gol da França foi validado pela tecnologia na Copa de 2014
Gol da França foi validado pela tecnologia na Copa de 2014 Getty Images

O Brasil será representado pelo goiano Wilton Sampaio na grande novidade desta Copa: o VAR (Árbitro de Vídeo).

Wilton Sampaio será árbitro de vídeo na Copa de 2018
Wilton Sampaio será árbitro de vídeo na Copa de 2018 Getty Images


Na ESPN teremos vários programas com análise e acompanhamento das arbitragens nos jogos da Copa. Durante as partidas participarei do programa Tempo Real, onde você Fã de Esportes poderá ver as análises dos lances e opiniões dos comentaristas na TV e nas redes sociais.


Após os jogos estarei nos programas comentando as decisões dos árbitros e explicando o protocolo do árbitro de vídeo.

Que a arbitragem brasileira tenha uma ótima atuação neste Mundial.

Comentários

Partiu Rússia - Arbitragem brasileira

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Não é Não: Arbitragem Feminina

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola, do ESPN.com.br
Ana Paula, Silvia Regina e Aline Lambert em ação em jogo do Campeonato Brasileiro, em 2003
Ana Paula, Silvia Regina e Aline Lambert em ação em jogo do Campeonato Brasileiro, em 2003 Gazeta Press

Já passou da época das entidades pararem de iludir as mulheres na arbitragem.

As mulheres são iludidas no sonho de estarem no campo de futebol e se realizando profissionalmente. Promessas e mais promessas e nada evoluiu na arbitragem feminina brasileira.

Campeonato feminino sendo apitado por árbitros, e as árbitras, para atuarem no campeonato masculino, precisam alcançar índice masculino nos testes físicos. Difícil, muito difícil.

CBF e Federações não criam comissão de arbitragem feminina.

Árbitras são comandadas por homens, e são vários os casos de assédio pelo Brasil. Quem comanda tem a caneta para escalar e o poder de manipulação do sonho das árbitras.

Basta!!

Não é Não.

Que as mulheres ocupem totalmente as escalas em jogos femininos.

Por uma arbitragem feminina melhor, com mais espaço no futebol e com respeito!!

Comentários

Não é Não: Arbitragem Feminina

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

CBF vira 'Pôncio Pilatos' e lava as mãos para o VAR

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola, para o ESPN.com.br

Em setembro de 2015, a arbitragem estava no olho do furacão, reclamações e mais reclamações. E a CBF, através do Secretário Valter Feldman, encontrou a solução para tudo: o VAR. Implantaria árbitro de vídeo e resolveria o problema da arbitragem. Vejam o vídeo https://www.cbf.com.br/noticias/a-cbf/arbitragem-eletronica-no-brasileirao-2016#.Wnjh2ainE2w

Nada foi feito 1.

O Brasileirão de 2016 pegava fogo, e os erros de arbitragem se multiplicavam. A CBF, de novo pelo seu Secretário Walter Feldman, encontrou solução: trocar o comando da arbitragem e implantar o árbitro de vídeo, colocando o antigo chefe do apito, Sérgio Correa, como Coordenador do Projeto Árbitro de Vídeo.

Nada foi feito 2.

Brasileirão de 2017, 24ª rodada, vitória do Corinthians sobre o Vasco, gol de mão do atacante Jô. Após muitas reclamações, a CBF encontrou a solução para o problema: implantar o árbitro de vídeo na rodada seguinte.

A ideia era um “puxadinho” na tecnologia, sem preparo nenhum e sem seguir o protocolo do IFAB – International Board.

Não foi possível implantar por questões técnicas, mas foi prometido para a rodada 30, após o treinamento dos árbitros e adequação técnica.

Nada foi feito 3.

Fevereiro deste ano, reunião técnica para o Brasileirão de 2018, a CBF leva o assunto para pauta e pede aprovação aos clubes com várias informações que induzem a não aprovação: custo elevado, não ter certeza da funcionalidade, mesmo com o VAR pode ter erros de arbitragem, os estádios não estão preparados e outros pontos negativos.

Resultado da enquete: maioria dos clubes reprovam a implantação do VAR.

Arbitragem é de responsabilidade da entidade organizadora e não dos clubes. Se a CBF não está preparada ou não tem condições de implantar o VAR, venha a público e fale que não vai utilizar. A arbitragem deve ser independente e autônoma e não passar pelo crivo dos clubes, aos quais cabe exigir legitimidade no resultado e qualificação da arbitragem.

A CBF usou os clubes e lavou as mãos.

Comentários

CBF vira 'Pôncio Pilatos' e lava as mãos para o VAR

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Clássicos paulista e carioca, Atlético-MG, Inter e mais: Sálvio analisa as polêmicas de arbitragem da rodada

Sálvio Spinola

Assista às análises de Sálvio Spinola sobre as polêmicas de arbitragem do fim de semana!

Bragantino x Palmeiras

Santos x Ituano

Barcelona x Alavés

Atlético-MG x Patrocinense

Corinthians x São Paulo


Flamengo x Vasco


Internacional x Avenida


Comentários

Clássicos paulista e carioca, Atlético-MG, Inter e mais: Sálvio analisa as polêmicas de arbitragem da rodada

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Bola de Prata 2017 na arbitragem brasileira

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola, blogueiro do ESPN.com.br
Pênalti para o Vasco, lance 'absurdo' contra o São Paulo e mais: Sálvio analisa todos os lances da rodada

Mais uma temporada terminando. É o momento para analisarmos os erros e os acertos dos árbitros.

No Brasileirão de 2017, a arbitragem foi melhor do que em 2016.

A estrutura que a CBF montou para a arbitragem brasileira não existe em nenhum lugar do mundo. É um exagero.

São muitos departamentos: Comissão de Arbitragem, Departamento de Arbitragem, Corregedoria, Departamento de Vídeo Arbitragem, Ouvidoria, instrutor de Arbitragem, analista de arbitragem, analista de vídeo, prêmio para os melhores da rodada, prêmio para o melhor do ano, ENAF-Escola Nacional de Arbitragem, psicologia e preparador físico.

E mesmo com essa estrutura, os erros nas escalas foram constantes. Não projetaram árbitros para o futuro. É absurdo na última rodada do torneio escalarem árbitro consagrado, Anderson Daronco, em jogo que não vale nada. Perde-se a oportunidade de dar experiência aos bons talentos que apitaram Séries B e C do Nacional.

É muita coisa e falta o essencial: formação do árbitro. Enquanto a CBF não assumir o papel de formar o árbitro, tirando esta responsabilidade das federações, a arbitragem brasileira não vai melhorar.

Muito cacique mandando na arbitragem para pouco “índio”, no caso, os árbitros.

E com tanta estrutura, com tantos departamentos, falta o que em quase todas as Confederações têm: Departamento de Arbitragem Feminina comandado por mulher. Por quê? Só uma coisa explica não criarem este departamento: poder sobre as árbitras.

 Destaco os melhores em 2017:

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro – MG. Com arbitragem em 19 jogos.

Assistente: Kleber Lúcio Gil – SC, bandeirou 14 jogos.

Revelação do campeonato: Rafael Traci do PR, árbitro com 36 anos, apitou 17 jogos e mostrou ótimo controle de jogo e excelente interpretação das faltas. Árbitro que pode crescer muito.

Comentários

Bola de Prata 2017 na arbitragem brasileira

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

A falta de cartão na briga do Flamengo e o erro inexplicável em Goiás x Internacional

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola, para o ESPN.com.br

Flamengo 3 x 0 Corinthians

Sálvio diz que Rhodolfo poderia ter sido expulso e que Vizeu deveria ter recebido vermelho por gesto obsceno: 'Indiscutível'

Gols de Goiás 0 x 2 Internacional

Sálvio analisa marcação 'completamente inexplicável' de Héber Roberto Lopes: 'Erro muito grande'
Comentários

A falta de cartão na briga do Flamengo e o erro inexplicável em Goiás x Internacional

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Com destaque para as polêmicas de Corinthians x Palmeiras, veja análise dos principais lances do fim de semana

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola

Corinthians 3 x 2 Palmeiras

Impedimento, pênalti e todas as polêmicas resolvidas: Sálvio analisa lances de Corinthians x Palmeiras

Vasco 1 x 1 Vitória

Sálvio analisa se foi pênalti para o Vitória em mão de Breno e discussão entre Luís Fabiano e Kanu

Chapecoense 1 x 1 Sport

Dois pênaltis e expulsão: Sálvio analisa todas as polêmicas de Chapecoense e Sport

Atlético-GO 0 x 1 São Paulo

Pratto cometeu pênalti? Arbitragem acertou? Sálvio analisa lance de Atlético-GO x São Paulo

Santos 3 x 1 Atlético-MG

Lentidão da arbitragem, pênalti não marcado e falta na origem de gol: Sálvio analisa lances de Santos x Atlético-MG

Santa Cruz 2 x 3 Náutico

Com confusão no fim, árbitro do clássico Santa Cruz x Náutico é agredido por Derley; Sálvio analisa

Manchester City 3 x 1 Arsenal

Jesus x Romero, Sterling x Jô; Sálvio compara polêmicas do clássico paulista com as de City x Arsenal

Comentários

Com destaque para as polêmicas de Corinthians x Palmeiras, veja análise dos principais lances do fim de semana

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Impedimentos duvidosos, pênaltis e mais: veja análise das polêmicas de arbitragem do fim de semana

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola
  • São Paulo x Santos
No detalhe, Sálvio mostra que escanteio que originou gol do Santos foi marcado de maneira equivocada pela arbitragem


  • Internacional x Ceará
Pênaltis no Beira-Rio? Sálvio e comentaristas analisam lances de Internacional x Ceará


  • Flamengo x Vasco
Foi pênalti ou não? Sálvio analisa lance mais polêmico do clássico Flamengo x Vasco


  • Corinthians x Ponte Preta
Vermelho para Jô e bandeira na 'reciclagem': Sálvio analisa polêmicas de Corinthians e Ponte Preta


  • Fluminense x Bahia
Régis atrapalhou Gum? Sálvio explica por que gol do Bahia contra o Fluminense foi legal


  • Avaí x Grêmio
Gol legal ou não? Teve impedimento? Sálvio analisa todas as questões de Avaí x Grêmio

Comentários

Impedimentos duvidosos, pênaltis e mais: veja análise das polêmicas de arbitragem do fim de semana

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Pratto usou braço no gol contra o Fla? Neymar corretamente expulso? Veja as análises do fim de semana

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola
São Paulo 2 x 0 Flamengo

Lucas Pratto usou o braço para fazer o gol contra o Flamengo? Sálvio Spinola analisa


Barcelona 2 x 0 Malaga

Sálvio analisa lance de expulsão de Neymar no Francês: 'Faltou ação do árbitro'


Sálvio mostra como árbitro de Barcelona x Malaga errou lance que juiz da Série B acertou


Chapecoense 2 x 0 Fluminense

Sálvio enaltece decisão de árbitro adicional e diz: foi gol da Chapecoense contra o Flu


Santos 1 x 0 Atlético-GO

Sálvio analisa recuo de bola em Santos x Atlético-GO: 'Árbitro acertou na marcação e no local da cobrança'


Coritiba 1 x 1 Vasco

Pedidos de mão e pênalti, vacilo do árbitro e autor dos gols: Sálvio analisa os lances de Vasco x Coritiba


Criciúma 2 x 3 Internacional

Sálvio explica mudança na regra, discorda de cartão e aponta pênalti em Criciúma x Inter


Comentários

Pratto usou braço no gol contra o Fla? Neymar corretamente expulso? Veja as análises do fim de semana

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Gol mal marcado e impedimentos dificílimos: Sálvio Spinola analisa as principais polêmicas da rodada

Sálvio Spinola
ESPN.com.br
Vasco 1 x 0 Botafogo
'Grau de dificuldade altíssimo'; Sálvio Spinola avalia lances polêmicos em Vasco x Botafogo


Atlético-GO 1 x 3 Palmeiras

Gol anulado do Atlético e falta de Dudu em gol de Willian: Sálvio analisa os lances da vitória do Palmeiras


Bahia 2 x 0 Corinthians

'Difícil até pela imagem': Sálvio analisa impedimento de Jô e outras polêmicas de Corinthians e Bahia

Fluminense 1 x 0 Avaí

Gol bem anulado do Avaí e mal anulado do Fluminense: Sálvio analisa polêmicas do Maracanã


Pela Europa

Sálvio Spinola analisa atuação do árbitro de vídeo nos jogos de Juventus e Borussia Dortmund
Comentários

Gol mal marcado e impedimentos dificílimos: Sálvio Spinola analisa as principais polêmicas da rodada

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Gol legal de Clayson, polêmicas no Fla-Flu e mais: veja a análise de arbitragem da 27ª rodada do Brasileiro

Sálvio Spinola
ESPN.com.br
  • ATLÉTICO-MG X SÃO PAULO

Sálvio analisa e diz que Atlético-MG teve gol não marcado contra o São Paulo


  • CORINTHIANS X CORITIBA

Gol legal de Clayson para o Corinthians e tento corretamente anulado do Coritiba; Sálvio analisa


  • PALMEIRAS X BAHIA

Foi mesmo pênalti para o Bahia contra o Palmeiras? Sálvio Spinola responde


  • FLAMENGO X FLUMINENSE
Faltas decisivas no Fla-Flu: Sálvio Spinola analisa lances do clássico carioca


  • VITÓRIA X SPORT
Torcedores do Vitória pedem pênalti e Sálvio Spínola analisa choque entre Neílton e Wesley


  • PONTE PRETA X SANTOS

Sálvio Spinola interpreta as regras em lance entre Ponte e Santos: 'Na defesa é uma coisa, no ataque é outra'; entenda

Comentários

Gol legal de Clayson, polêmicas no Fla-Flu e mais: veja a análise de arbitragem da 27ª rodada do Brasileiro

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Gol mal anulado, erro capital e polêmicas: veja a análise da arbitragem do fim de semana

Sálvio Spinola
ESPN.com.br


  • Atlético-PR x Atlético-MG
Robinho mereceu levar amarelo? Sálvio analisa decisões em Atlético-PR x Atlético-MG


  • Grêmio x Fluminense
Impedimentos e pedidos de pênalti: Sálvio analisa arbitragem de Grêmio x Fluminense


  • Cruzeiro x Corinthians

Gol mal anulado, Rodriguinho x Alisson na bandeirinha e pênalti bem marcado; Sálvio analisa CRU x COR

  • Palmeiras x Santos
Para Sálvio Spinola, arbitragem no Allianz Parque não interferiu no resultado


  • Internacional x Santa Cruz
Sálvio concorda com marcação de pênalti a favor do Internacional e explica mudança da regra


  • Vasco x Chapecoense

Veja a análise de Sálvio Spinola sobre os lances polêmicos do empate entre Vasco e Chapecoense


  • Bahia x Coritiba
Sálvio Spinola analisa lances polêmicos de Bahia x Coritiba e aponta erro capital; entenda
Comentários

Gol mal anulado, erro capital e polêmicas: veja a análise da arbitragem do fim de semana

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Polêmicas do clássico paulista, pênaltis duvidosos e mais: veja análise da arbitragem no fim de semana

Sálvio Spinola
ESPN.com.br

  • São Paulo x Corinthians

Sálvio Spinola analisa os lances polêmicos do clássico São Paulo x Corinthians

Para Sálvio, São Paulo teve gol legal anulado no clássico; veja


    • Bahia x Grêmio
Foi pênalti ou não? Sálvio mostra, em detalhes, o lance polêmico de Bahia x Grêmio
    • Fluminense x Palmeiras

Pênalti não marcado e mais: Sálvio analisa lances de Fluminense x Palmeiras


  • Flamengo x Avaí


Posição legal em ‘recuo’ de Márcio Araújo e amarelo para Gabriel: Sálvio analisa arbitragem de Fla e Avaí
Comentários

Polêmicas do clássico paulista, pênaltis duvidosos e mais: veja análise da arbitragem no fim de semana

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Gol de Jô, súmula de Vasco e Corinthians e pênaltis: veja análise da arbitragem no fim de semana

Sálvio Spinola
ESPN.com.br
  • Corinthians x Vasco
Didaticamente, Sálvio mostra reação e campo de visão de todos os envolvidos em gol de Jô; veja
Sálvio mostra súmula de Corinthians x Vasco e analisa: 'Pelo relatório, não há nada ofensivo'


  • Cruzeiro x Bahia
Pênalti não marcado, expulsão direta e mais: Sálvio analisa lances de Cruzeiro x Bahia
  • Flamengo x Sport
Sálvio explica por que árbitro teve que expulsar Patrick, do Sport, contra o Flamengo
  • Atlético-PR x Fluminense
Posicionamento errado de adicional e pênalti não marcado: Sálvio analisa polêmica de Atlético-PR x Flu


  • Internacional x Figueirense
Com 'polêmica, curiosidade e didática', Sálvio fala dos lances de Inter x Figueirense; veja
Comentários

Gol de Jô, súmula de Vasco e Corinthians e pênaltis: veja análise da arbitragem no fim de semana

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Para CBF, arbitragem da rodada foi 'perfeita'; só faltou analisar o que deu errado

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola, blogueiro do ESPN.com.br
O árbitro Leandro Pedro Vuaden foi pivô de polêmica no jogo Atlético-MG x Palmeiras
O árbitro Leandro Pedro Vuaden foi pivô de polêmica no jogo Atlético-MG x Palmeiras GazetaPress

Há algum tempo, sugeri neste blog que a CBF passasse a adotar o procedimento da Federação Mexicana, com análise de lances polêmicos no pós-rodada. Isso dá mais transparência e credibilidade para a comunidade do futebol e traz aprendizado com ilustrações didáticas. É assim no México.

Neste Campeonato Brasileiro, a CBF passou a adotar essa medida. Em seu site, ao término de cada rodada, divulga lances polêmicos com análise de profissionais técnicos.

Nesta rodada 23, a CBF fez análise em três jogos, considerando acertos dos árbitros, veja aqui.

Lógico que muitos lances estão na esfera interpretativa e muitas vezes os próprios instrutores de arbitragem não chegam ao consenso sobre determinado lance, como no possível pênalti no Atletiba, onde os profissionais da CBF consideraram que Rildo ocupou o espaço, indo de encontro ao adversário e não caracterizando a falta/pênalti.

'Coritiba tem razão de reclamar do Daronco': segundo Sálvio, árbitro inverteu pênaltis no Atletiba

No mundo da arbitragem não há consenso sobre este lance - na minha interpretação foi pênalti, o atacante do Coritiba tem a bola para ser jogada e é chutado.

Mas o que não dá para aceitar é a análise em três jogos, quatro lances, e todos com acerto.

E o jogo Atlético-MG x Palmeiras, não mereceria uma análise das grande decisões tomadas?

Sálvio analisa lance de expulsão de Luan: 'Foi o grande absurdo da arbitragem do Vuaden'

E o pênalti marcado no Atletiba, não vale explicar?

E o pênalti com cartão vermelho para Jucilei, não poderia ter uma análise mais técnica?

Sálvio concorda com pênalti a favor da Ponte e também com a expulsão de Jucilei: 'Faz o bloqueio e evita o gol'

Para a CBF, nenhum desses lances são importantes, melhor explicar a linha do impedimento no gol do Santos.

A iniciativa perde o objetivo principal: a transparência.

Comentários

Para CBF, arbitragem da rodada foi 'perfeita'; só faltou analisar o que deu errado

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Expulsão absurda, inversão de pênalti em clássico e mais: Sálvio analisa arbitragem na rodada

Sálvio Spinola
ESPN.com.br
  • Atlético-MG 1 x 1 Palmeiras

Sálvio analisa lance de expulsão de Luan: 'Foi o grande absurdo da arbitragem do Vuaden'

  • São Paulo 2 x 2 Ponte Preta
Sálvio concorda com pênalti a favor da Ponte e também com a expulsão de Jucilei: 'Faz o bloqueio e evita o gol'
  • Atlético-PR 1 x 1 Coritiba
'Coritiba tem razão de reclamar do Daronco': segundo Sálvio, árbitro inverteu pênaltis no Atletiba
  • Santos 2 x 0 Corinthians

Sálvio aponta acerto de bandeira e destaca mudança de comportamento de Carille em Santos x Corinthians

  • Vitória 2 x 2 Fluminense
'Vale tudo!': Sálvio mostra como árbitro de Vitória e Flu deixou o jogo seguir e analisa expulsão de Robinho


  • Botafogo 2 x 0 Flamengo

Sálvio analisa dois pedidos de pênalti do Flamengo diante do Botafogo: ‘Sem interferência no resultado’

  • Chapecoense 1 x 2 Cruzeiro
Acertou ao não dar pênalti, mas faltou vermelho para Grolli: Sálvio analisa arbitragem de Chape e Cruzeiro
Comentários

Expulsão absurda, inversão de pênalti em clássico e mais: Sálvio analisa arbitragem na rodada

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Entrada que merecia vermelho, pênalti não marcado, elogio a assistente... Sálvio analisa as arbitragens da rodada do Brasileiro

Sálvio Spinola
ESPN.com.br

  • Fluminense 0 x 1 Vasco
Sálvio conta curiosidades, mostra lances e fala de como foi Fluminense e Vasco; veja
  • Cruzeiro 1 x 1 Santos

Acerto de assistente em lance difícil, erro de adicional no fim: Sálvio analisa lances de Cruzeiro x Santos

  • Bahia 1 x 2 Botafogo
Entrada que merecia vermelho e pênalti não marcado: Sálvio analisa polêmicas de Bahia x Botafogo
  • Ponte Preta 1 x 2 Atlético-MG
Foi pênalti no fim? Sálvio analisa polêmicas de Ponte Preta x Atlético-MG
  • Palmeiras 4 x 2 São Paulo
Sálvio elogia arbitragem em Palmeiras x São Paulo: 'Sem interferência, placar legítimo'
  • Corinthians 0 x 1 Atlético-GO
Pênalti para o Corinthians? Sálvio analisa todas as polêmicas da vitória do Atlético-GO em Itaquera
Comentários

Entrada que merecia vermelho, pênalti não marcado, elogio a assistente... Sálvio analisa as arbitragens da rodada do Brasileiro

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Pênalti no Allianz Parque, polêmicas em Corinthians x Vitória e muito mais: Sálvio e os principais lances da rodada

Sálvio Spinola
Palmeiras 0 x 2 Chapecoense

Sálvio aponta penalidade em Palmeiras x Chapecoense: 'Olhando com mais detalhes, foi pênalti não marcado'


Cruzeiro 2 x 0 Sport

Sálvio aponta 'trapalhada da arbitragem' e pênalti em Thiago Neves: 'A vitória do Cruzeiro esconde; isso é falta'



Ponte Preta 2 x 1 Botafogo

Sálvio analisa lances envolvendo Emerson Sheik e pênalti pedido por Gilson Kleina contra o Botafogo

Avaí 1 x 1 São Paulo

Foi ou não foi? Sálvio analisa pênaltis do empate entre Avaí e São Paulo

Flamengo 2 x 0 Atlético-GO

Mão na bola, pedido de impedimento no gol e mais: Sálvio analisa os lances de Flamengo x Atlético-GO

ABC 0 x 3 Internacional

Sálvio Spinola explica porque lance com Pottker não foi pênalti em ABC x Internacional

Corinthians 0 x 1 Vitória

Pênalti não marcado em Jô e gol mal anulado de Kanu: Sálvio analisa polêmicas de Corinthians e Vitória
Comentários

Pênalti no Allianz Parque, polêmicas em Corinthians x Vitória e muito mais: Sálvio e os principais lances da rodada

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

De pênaltis a expulsões: as polêmicas da 20ª rodada do Brasileiro

Sálvio Spinola
Sálvio Spinola para o ESPN.com.br

São Paulo 3 x 2 Cruzeiro

Sálvio analisa as várias polêmicas, incluindo expulsões e lances de gols de São Paulo e Cruzeiro; veja

Botafogo 1 x 0 Grêmio

Sálvio concorda com pênalti a favor do Grêmio: 'Foi com a mão'


Atlético-PR 4 x 1 Bahia

Sálvio concorda com pênalti a favor do Atlético-PR: 'O Matheus Reis está com o braço à frente'


Sport  0 x 0 Ponte Preta

Pênalti! Sálvio Spinola avalia lance na Ilha do Retiro: 'Torcedor do Sport tem razão'

Mesmo não jogando...

Mesmo quase não jogando, Lugano é o segundo que mais toma cartões amarelos no São Paulo; veja explicação de Sálvio

Comentários

De pênaltis a expulsões: as polêmicas da 20ª rodada do Brasileiro

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

mais postsLoading