Futebol, vítima do 'Zé Regrinha'

Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br

Sexta-feira, noite fria, jogo quente em Liverpool, com o duelo entre os dois times da cidade. Os Reds venciam por 1 a 0 quando o Everton, atuando fora de casa, armou ótimo contra-ataque, finalizado com precisão por Gylfi Sigurdsson. O meia islandês empatou o placar aos 22 minutos do segundo tempo e comemorou com os torcedores azuis, concentrados justamente atrás daquela meta em Anfield Road. 


Natural em meio à temperatura do cotejo, inversamente proporcional à do ambiente — 3º centígrados com sensação térmica inferior a zero. A rivalidade à flor da pele era uma característica da disputa em campo e não havia como celebrar aquele tento sem explodir em emoção. No final, o Liverpool faria o segundo gol, vencendo e eliminando os Toffees, mas a celebração do gol ficará gravada.

Menos de 24 horas depois, Diego Costa, que até a temporada passada marcava seus gols em solo inglês, voltava a defender o Atlético em Madri. Pela primeira vez em ação no novíssimo estádio do clube, o Wanda Metropolitano, ele assinalou o segundo gol na vitória sobre o Getafe, e foi abraçar os torcedores colchoneros. Levou o cartão amarelo, como já havia sido advertido, foi expulso pelo árbitro.


José Luis Munuera Montero é o nome do apitador que mandou para fora de campo o temperamental goleador hispano brasileiro. Um "Zé Regrinha" — expressão criada pelo genial Tostão — como tantos outros que, aos poucos, matam o futebol. Falta de bom senso, de jogo de cintura, de sensibilidade na aplicação de uma recomendação ridícula. Falta de respeito com a maior festa do nosso esporte.

Coveiros do futebol, malditos sejam!

Inscreva-se no Youtube

Siga no Instagram: @maurocezar000



Flamengo quer Zeca, mas não admite pagar ou ceder jogadores em definitivo ao Santos

Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br

O Flamengo tem um acordo com Zeca, que luta na justiça para romper em definitivo seu vínculo com o Santos e então assinar contrato com outro clube. Contudo, o imbróglio pode demorar, o que motiva o clube carioca a admitir uma acordo com a agremiação paulista pela liberação imediata do atleta. Mas a priori os rubro-negros não pretendem desembolsar qualquer quantia em dinheiro, tampouco liberar alguns de seus atletas em definitivo.

ESPN
O lateral Zeca, que briga na justiça com o Santos e tem acordo com o Flamengo
O lateral Zeca, que briga na justiça com o Santos e tem acordo com o Flamengo

Para que os santistas deem por encerrada a batalha judicial com o lateral, os flamenguistas admitem emprestar jogador(es). A cessão definitiva não está nos planos. Caso não cheguem a um acordo, os rubro-negros esperarão que a justiça defina a situação. Em dezembro, o Santos entrou com um recurso no Tribunal Superior do Trabalho, onde Zeca conseguira uma vitória, tanto que a rescisão de contrato chegou a ser  publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Advogado explica negociação envolvendo Zeca, Santos e Flamengo

Inscreva-se no Youtube

Siga no Instagram: @maurocezar000


Manchester City de Guardiola pulveriza marcas do lendário Arsenal campeão invicto de Wenger

Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br

Na temporada 2003/2004, o Arsenal de Arsène Wenger tinha Thierry Henry, Patrick Vieira e Robert Pirès, entre outros. E seria campeão inglês invicto, mas sequer era líder da Premier League após 20 jogos. Tinha 46 pontos coletados em 13 vitórias e sete empates, o que deixava o time londrino atrás do Manchester United, então com 49 após 16 vitórias, um empate e três derrotas.

Ao final do certame, os Gunners acumulavam 90 pontos, 11 à frente do Chelsea, vice-campeão, com 26 vitórias e 12 empates, três entre os últimos cinco compromissos, já com a taça. O time seguiu sem perder até a rodada derradeira e teve menos igualdades nos cotejos da segunda metade do certame. Assim, fez história com seus 73 gols a favor e 26 contra.

Todos esses números marcantes estão sendo pulverizados pelo Manchester City. Depois de entrar em campo duas dezenas de vezes, a equipe de Pep Guardiola soma 58 pontos (nove a mais do que o Arsenal de 14 temporadas atrás), é líder com 15 de frente em relação ao segundo colocado, Manchester United, dando pinta de virtual dono do título, mesmo após pouco mais da metade desta caminhada.

Reprodução
A tabela de classificação da Premier League em 2003/2004: Arsenal campeão invicto
A tabela de classificação da Premier League em 2003/2004: Arsenal campeão invicto

O time de Aguero, De Bruyne, David Silva e Sané já fez 61 gols, enquanto o campeão de 2004 tinha 36 nessa altura. Mais 12 e os azuis de Manchester igualarão a marca que os londrinos acumularam em 38 pelejas. Os Citizens sofreram apenas 12 tentos, um a menos na comparação com aquele Arsenal de Wenger em 20 jogos disputados. É o único item onde há equilíbrio entre as duas equipes.

Premier League: Melhores momentos de Manchester City 4 x 1 Tottenham

Na Copa da Liga da temporada 2003/2004, o Arsenal caiu nas semifinais diante do Middlesbrough, que o derrotou na ida e na volta. Perdeu também na semifinal a chance de decidir a Copa da Inglaterra (FA Cup), ao ser derrotado por 1 a 0 pelo Manchester United, em Birmingham. Já na Liga dos Campeões teve o Chelsea como algoz, perdendo em sua antiga casa, o Highbury, por 2 a 1 nas quarta-de-final.

Reprodução
A classificação do campeonato inglês 20017/2018 após 20 jogos disputados pelo líder
A classificação do campeonato inglês 20017/2018 após 20 jogos disputados pelo líder

O Arsenal campeão inglês em 2004 ficou mundialmente famoso e ganhou a alcunha de “The Invincibles”. Este Manchester City 2017/2018 ameaça ir ainda mais longe. Com a chances de ganhar mais do que a Premier League, pois segue vivo na Copa da Liga, inicia sua participação na FA Cup em janeiro e é um dos mais fortes candidatos à Uefa Champions League. É a história sendo reescrita.

Inscreva-se no Youtube

Siga no Instagram: @maurocezar000

Fred fecha excelente contrato com o Cruzeiro, que faz Atlético economizar e evita uma loucura de Fla ou Flu

Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br
Divulgação Cruzeiro
Fred reunido com o presidente do Cruzeiro para assinar o contrato
Fred reunido com o presidente do Cruzeiro para assinar o contrato

Aos 34 anos e prestes a sair do segundo clube por ser caro em relação ao que é capaz de entregar em campo, Fred virou o seu mais importante jogo. O contrato com o Cruzeiro é excelente, fechado em reta final de carreira como se estivesse no auge.

 Compromisso por três anos mantendo o ótimo patamar salarial e multa de R$ 10 milhões a ser paga (obviamente pelos cruzeirenses) ao Atlético, já que uma cláusula do contrato assinado em 2016 estipulava tal penalidade, caso o artilheiro assinasse com o rival. 

O Galo não assume o arrependimento pela aventura na qual se meteu ao tirar o veterano do Fluminense a peso de ouro em 2016. Mas comemora por deixar de gastar de R$ 12 milhões a R$ 13 milhões em 2018 só com Fred. Recém-contratado para seu lugar, Ricardo Oliveira deverá custar menos de R$ 3,7 milhões no período.

GettyImages
Trecho do contrato de Fred com o Atlético-MG prevendo a idenização de R$ 10 milhões
Trecho do contrato de Fred com o Atlético-MG prevendo a idenização de R$ 10 milhões

 A sondagem do Flamengo fez o Fluminense se esforçar para repatriar o antigo ídolo. Mas Fred não queria voltar para o Rio de Janeiro, até por razões pessoais - em breve será pai. E a conversa com rubro-negros esfriou devido à redução da pena de Guerrero, ainda suspenso. 

Ao contratar um novo camisa 9, o Atlético forçou a rescisão.

Fred, se sentindo desvalorizado, iniciou conversas com o Cruzeiro antes de assinar o rompimento com os atleticanos. Na sexta-feira à noite, por volta das 23 horas, os advogados das duas partes acertaram a rescisão. Horas depois, sua volta ao Cruzeiro foi anunciada. 

Para Fred foi excelente. Vai ganhar mais ao longo de um contrato válido por três anos, permanece em Belo Horizonte, como queria, e jogará mais uma Libertadores. Terá apenas que se acertar com o técnico Mano Menezes, a quem criticou depois que Luiz Felipe Scolari o substituiu na seleção brasileira.

 Embora seja grande artilheiro, é um investimento elevado em jogador veterano e por três temporadas, algo extremamente arriscado para o Cruzeiro. Num primeiro momento deverá parecer ótimo, ele certamente fará gols; como quando chegou ao Atlético. Mas no médio ou longo prazo, a chance de (mais um) arrependimento é grande. 

Bom para o Galo, que sente a água bater no pescoço com os custos elevados de seu elenco por anos (sim, a conta chegou), e para a dupla Fla-Flu. Sem dinheiro, os tricolores deixam de entrar numa cara aventura sentimental para evitar a ida do velho ídolo para o rival. 

Já os rubro-negros, cujos dirigentes emitem sinais seguidos de que não têm ideia do que fazer, se livram de uma contratação cara, arriscada. E marcada pelo forte vínculo do goleador com o clube das Laranjeiras. 

Fred é um grande artilheiro, mas sua supervalorização é surreal. Típica de um futebol onde dirigentes decidem com o coração, na empolgação, no achismo, para provocar um rival ou agradar a torcida. Sorte dele, autor de gols dos mais caros do mercado.

Corinthians é o Lille, São Paulo a Fiorentina, Palmeiras o Saint-Etienne, Fla equivale ao Leicester. Veja a quem seu time se compara

Mauro Cezar Pereira, blogueiro do ESPN.com.br

O site FutDados volta a fazer levantamento da pontuação dos times que disputam a primeira divisão no Brasil e em ligas europeias que também têm 20 participantes — clique aqui e acesse. Utilizando como base os últimos dez anos, temos os clubes brasileiros e seus equivalentes na Europa.

O desempenho dos times daqui é sofrível em regularidade. A melhor pontuação média, do Corinthians, é só a 18ª no ranking geral, mesma colocação na tabela de aproveitamento, em percentual. Os corintianos são os melhores do Brasil com 56,04%. Já o Barcelona crava 79,12%.

Reprodução
Melhor desempenho do Brasil, Corinthians está longe dos mais eficientes europeus
Melhor desempenho do Brasil, Corinthians está longe dos mais eficientes europeus

Acesse o FutDados e veja qual o desempenho do seu time no período de uma década e seu correspondente europeu.

Inscreva-se no Youtube 

Siga no Instagram: @maurocezar000

mais postsLoading