Família de Luis Fabiano avisa amigos que atacante vai se transferir para time de Kaká

Dois Toques
Dois Toques
Getty
Luis Fabiano será poupado da partida contra o Marília pelo Paulista
Luis Fabiano será poupado da partida contra o Marília pelo Paulista

Restam ainda pouco mais de sete meses de contrato entre Luis Fabiano e o São Paulo, mas a família do jogador já está avisando amigos que se mudará para os Estados Unidos nos próximos meses. O destino do atleta, segundo seus parentes, é o time de Kaká, Orlando City, que faz a sua temporada de estreia na MLS (Major League Soccer).

De acordo com apuração do blog, o atacante se irritou nos últimos tempos com a diretoria do time tricolor, que em nenhum momento demonstrou o desejo de renovar o vínculo por um período mais longo do que o atual. 

Machucado, Luis Fabiano tem desfalcado a equipe do São Paulo. No início do ano, a pedido de Vanderlei Luxemburgo, o Flamengo tentou a sua contratação.

Procurada, a assessoria de imprensa do jogador afirmou que desconhece a informação. O Orlando City também nega qualquer acordo com o atleta.

Comentários

Família de Luis Fabiano avisa amigos que atacante vai se transferir para time de Kaká

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Em meio à crise política, cartolas vão a Brasília agradecer Dilma

Dois Toques
Dois Toques
Roberto Stuckert Filho/PR
Dilma Rousseff, no lançamento da MP do Futebol
Dilma Rousseff, no lançamento da MP do Futebol

Em meio ao esforço do governo para tentar melhorar o ambiente político, a presidente Dilma Rousseff vai receber alguns presidentes de clubes nesta terça-feira, em Brasília. O Ministério do Esporte foi procurado por dirigentes para organizar o encontro e fez contatos com presidentes de times.

O assunto da conversa é a lei Profut, que foi sancionada na semana passada, após ter passado pela Câmara e pelo Senado, em forma de Medida Provisória. De acordo com cartolas ouvidos pelo blog, a ideia é de agradecer a presidente.

"É um encontro com a presidente, para falar do Profut. Na verdade, é aquele famoso beija-mão, sabe? Para agradecer e tal. É só isso. Quem nos convidou foi o Ministério do Esporte", informou o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr, em contato com o blog.

Segundo a assessoria de imprensa do Planalto, o encontro vai acontecer por um pedido de deputados que militaram pela aprovação da lei e por solicitação de dirigentes de clubes.

Além de dificuldades na política, em meio às investigações da Lava-Jato, com a prisão do ex-ministro José Dirceu na semana passada, Dilma enfrenta um momento delicado na economia do país, com reflexos na sua popularidade. De acordo com o instituto Datafolha, o governo tem o maior índice de reprovação (71%) desde a redemocratização do país.

Comentários

Em meio à crise política, cartolas vão a Brasília agradecer Dilma

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Deputados vão tentar derrubar veto de Dilma para clubes virarem empresas

Dois Toques
Dois Toques
ESPN.com.br
Deputados Congresso Brasília MP Futebol Votação 13/07/2015
Profut pode voltar ao Congresso nos próximos dias, após aprovação de Dilma Rousseff

Deputados federais já se articulam em Brasília para tentarem derrubar um dos vetos da presidente Dilma Rousseff na lei do Profut. O principal assunto que mobiliza os parlamentares é o artigo que trata da possibilidade de os clubes se tornarem sociedades empresariais. Hoje em dia, pela Lei Pelé, isso já é permitido, porém com impostos muito altos.

Para a nova legislação, a ideia era ter a tributação favorável (alíquota de 5% sobre sua receita bruta) aos times que mudassem sua estrutura de associação, como tinha sido colocado no texto final, de autoria do deputado Otávio Leite (PSDB-RJ).

A justificativa do governo para a não aprovação foi de que deveria haver uma análise mais profunda sobre o tema, para dar tempo de avaliar como seria esse impacto aos cofres públicos.

"Esse é o típico veto dinossáurico. Vamos trabalhar intensamente para derrubá-lo", disse Otávio Leite, em contato com o blog.

Câmara e Senado têm 30 dias a partir da publicação da lei para tentarem mudar alguma coisa, em sessão mista, com aprovação de metade absoluta nas duas Casas.

Comentários

Deputados vão tentar derrubar veto de Dilma para clubes virarem empresas

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Sem máster há um ano, São Paulo 'perde' patrocínio para CBF

Dois Toques
Dois Toques
DJALMA VASSÃO/Gazeta Press
Michel Bastos São Paulo Bruno Henrique Corinthians 09/08/2015
São Paulo está sem patrocinador máster

Em situação financeira complicada, chegando a ter atrasos de pagamentos de direitos de imagem para jogadores, o São Paulo enfrenta dificuldades para achar patrocinadores. Sem um máster desde agosto do ano passado, com ombros e mangas também sem nada, não há previsão de quando novos parceiros chegarão ao Morumbi.

Além da situação econômica do país, um outro obstáculo apareceu no meio do caminho: pelos menos duas empresas que negociavam com o time tricolor acabaram acertando com entidades do futebol, deixando de lado a possibilidade de se vinculares ao clube.

Um desses episódios aconteceu com a Semp Toshiba, que deixou o São Paulo no ano passado e negociava para voltar. Quando as conversas já estavam avançadas, a companhia mudou de ideia e optou por fechar contrato com a CBF, estampando seu nome nas camisas de árbitros - o acordo começou em maio deste ano e vai até 2017.

Em reunião com toda a diretoria, o Instituto Áquila, consultoria contrata por Carlos Miguel Aidar, informou que se o ritmo continuar o mesmo até o final do ano, o clube deve ter prejuízo de cerca de R$ 130 milhões.

Comentários

Sem máster há um ano, São Paulo 'perde' patrocínio para CBF

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Representante de Teo Gutiérrez diz que Corinthians foi 'usado para leilão'

Dois Toques
Dois Toques
Douglas Magno/AFP/Getty Images
Teo Gutierrez deixou o River Plate e se transferiu para o Sporting (POR)
Teo Gutierrez deixou o River Plate e se transferiu para o Sporting (POR)

O representante do colombiano Teo Gutierrez, Luis Alberto Azerrad, defendeu a saída do Corinthians da briga pelo atacante, transferido para o Sporting (POR) no meio de julho. O agente afirmou que o empresário do atleta, Efrain Pachón, usou o time paulista para fazer leilão e barganhar um melhor contrato.

Em contato com o blog, Azerrad afirmou que a oferta do alvinegro era melhor do que a dos portugueses.

"Queria que ele jogasse no Corinthians, e não unicamente por uma questão de interesse econômico, mas por uma questão de projeto. Mas eu concordei com o presidente Roberto quando ele decidiu sair da negociação. Um gigante como o Corinthians não pode ser usado para leilão. Eu concordei, mesmo sendo o representante", disse o agente dele no Brasil.

"O senhor Efrain Pachón fez declarações muito feias das ofertas do Corinthians. Ele fez essas declarações e a partir daí eu achei certa a decisão do Corinthians de acabar com as negociações. A oferta que fez o Corinthians fez por 50% do Teo era melhor que a do Sporting por 100%, pagando 3,4 milhões de euros, em três anos e meio", completou.

Desde as saídas de Paolo Guerrero e Emerson Sheik, o time do Parque São Jorge não contratou ninguém para o ataque.

Comentários

Representante de Teo Gutiérrez diz que Corinthians foi 'usado para leilão'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Agente de Paulo André conta com ex-técnico do Valencia para garimpar talentos

Dois Toques
Dois Toques
ESPN
Olheiro
Olheiro de Hugo Garcia foi técnico do Valencia B

Não são apenas clubes estrangeiros que investem em estatísticas e análises de garotos da América do Sul para se reforçarem. Há quatro anos, o empresário paulista Hugo Garcia, que cuida da carreira do zagueiro Paulo André, entre outros, contratou o ex-treinador do Valencia B, José Albiol, para garimpar talentos no Brasil e nos países vizinhos.

Ex-jogador do próprio Valencia, do La Coruña e de outras equipes espanholas, José Albiol tem licença UEFA Pro, mas largou o banco de reservas para viajar pela América do Sul em busca de jovens talentos para o agente.

"Eu sou treinador, me sinto como o trabalho de um treinador, mas não tenho nenhuma vontade de retornar ao trabalho de campo, treino. Estou muito feliz com os resultados que consigo dar a minha empresa como scouter", afirmou Albiol.

O olheiro viaja pelo menos quatro vezes ao ano: acompanha de perto Copa São Paulo, Taça BH, Campeonato Brasileiro Sub 20 e torneios de seleções de base. Ao final de cada uma das competições entrega o relatório com detalhes do que viu, como características físicas, técnicas e táticas de cada um deles, qual estágio se encontra, se é jogador para ser observado, comprado ou descartado.

"Eu tenho tudo anotado, até os jogadores que não têm condições, que não evoluíram, porque se for questionado sobre qualquer atleta que vi, posso explicar a minhas avaliações", acrescentou.

"Semana passada eu atendi o Liverpool em São Paulo e uso essas informações para mostrar quem são os jogadores mais interessantes do Brasil", explicou Hugo.

Comentários

Agente de Paulo André conta com ex-técnico do Valencia para garimpar talentos

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

MP-SP vai apurar problema de atleticanos com ingressos na Arena Corinthians

Dois Toques
Dois Toques

O Ministério Público do estado de São Paulo, na Promotoria de Defesa do Consumidor, instaurou o processo de número 43161875/2015, sob responsabilidade do promotor Roberto Senise, para apurar o ocorrido com torcedores do Atletico-MG no dia 18 deste mês, na Arena Corinthians.

Na ocasião, milhares de alvinegros que viajaram para a capital paulista para acompanhar o duelo contra o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro, ficaram sem ingressos, o que os revoltou.

No processo, além de 65 folhas de documentos, serão adicionados 13 arquivos de vídeos e dois de áudio, comprovando os diversos direitos que foram descumpridos pelo Corinthians e pela Policia Militar.

O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Alexandre de Moraes, ja foi informado da denuncia e determinará as providências, por meio da corregedoria da PM.

 

Comentários

MP-SP vai apurar problema de atleticanos com ingressos na Arena Corinthians

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

São Paulo vê 'forçação' de barra em ação de Orlando City

Dois Toques
Dois Toques
Gazeta Press
Paulo Henrique Ganso, durante Atlético-PR x São Paulo
Paulo Henrique Ganso tem proposta do Orlando City

Acionado na Justiça pelo Orlando City, o São Paulo reconhece que deve, de fato, ainda uma série de acertos relacionados à passagem de Kaká, que ficou até o final do Brasileiro do ano passado no time paulista. A dívida, porém, segundo pessoas ligadas à diretoria tricolor, não é tão grande quanto alega a diretoria da equipe norte-americana.

Nos bastidores, a cúpula do Morumbi sustenta que os estrangeiros estão forçando um valor maior somente do que o real por causa do interesse em ter Paulo Henrique Ganso o quanto antes.

Uma proposta foi feita e é válida até quinta-feira, segundo o blog de Gustavo Zupak.

Comentários

São Paulo vê 'forçação' de barra em ação de Orlando City

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

FPF contrata tetracampeão para ouvir jogadores

Dois Toques
Dois Toques
Getty
O ex-volante Mauro Silva em evento
O ex-volante Mauro Silva assumiu cargo na FPF

Sob nova gestão desde abril, a Federação Paulista de Futebol contratou o tetracampeão Mauro Silva para assumir um novo cargo na entidade. Ele vai ser o responsável por fazer a interlocução com atletas que atuam no estado.

A ideia do presidente Reinaldo Carneiro Bastos é de que com o trabalho do ex-seleção brasileira possa entender as demandas dos jogadores e, assim, possa ter ações para tentar melhorar a situação da categoria.

Antes de chegar a FPF, o ex-volante foi observador pontual da Seleção Brasileira na Copa América. O cargo oficial de Mauro Silva agora é de vice-presidente de Integração com Atletas e ele será remunerado como funcionário da entidade. 

O tetracampeão faz parte do Atletas pelo Brasil, movimento criado para discutir o esporte brasileiro.

Comentários

FPF contrata tetracampeão para ouvir jogadores

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Após denúncias, conselheiros exigem explicações de 'situações nebulosas' no Santos

Dois Toques
Dois Toques

Contrariados por denúncias feitas pela ESPN, um grupo de conselheiros do Santos, de uma chapa de oposição denominada DNA Santista, protocolou junto ao Conselho Deliberativo alguns pedidos de explicações sobre o que consideram "situações nebulosas" que têm acontecido no clube durante a gestão Modesto Roma Júnior.

André Colaço Cabral, Caio Brandão Vasconcelos, Daniel Pereira Alves, Gabriel Gimenez Hushi, José Ricardo Toquiato da Silva, Nicolino Bozzela júnior, Renan Malheiros Hazan, Roberto Freitas Umbuzeiro e Rogério Mathias Conde pediram ao Conselho, em ofícios enviados no fim da semana passada, detalhes sobre itens relatados pela reportagem nos últimos dias.

Vistas do contrato de prestação de serviços do superintendente Dagoberto dos Santos, que possui bichos triplos, gatilhos salariais e multa milionária em seu vínculo com o time alvinegro, é um dos exigidos pelo grupo.

Outro ponto que a DNA Santista pede explicação ao Conselho Deliberativo é quanto ao time Sub-23 do clube, que conforme noticiou a ESPN possui um goleiro de 29 anos tratado por Modesto Roma como "revelação do Campeonato Carioca de 2014" sem sequer ter atuado na competição.

O diretor de marketing Paulo Verardi, uma das mais de 60 contratações de Roma Junior em sua gestão, e com remuneração na faixa de R$ 35 mil mais bônus por metas, é outro na mira do grupo, que quer ter acesso ao seu contrato com o Santos.

"A DNA Santista ciente das suas responsabilidades perante os demais associados do clube e de toda nação alvinegra da Vila Belmiro, protocolou uma série de ofícios pedindo esclarecimentos sobre diversas situações nebulosas que pairam na administração Modesto Roma Junior", explicou o grupo.

(com Diego Garcia)

Reprodução
DNA Santista quer saber como 'revelação de 29 anos' foi parar no sub-23 do Santos
DNA Santista quer saber como 'revelação de 29 anos' foi parar no sub-23 do Santos

 

Comentários

Após denúncias, conselheiros exigem explicações de 'situações nebulosas' no Santos

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Em briga por espaço no estádio, CBF e Globo têm reunião com arenas

Dois Toques
Dois Toques
Fluminense FC
Torcida do Fluminense costuma levar bom público ao Maracanã
Maracanã é o principal ponto de conflito com a Globo e a CBF

Uma reunião entre representantes de arenas, CBF e Globo acontecerá na próxima sexta-feira, no Rio de Janeiro. A pauta é a mudança de algumas regras Regulamento Geral de Competições (RGC) sobre a venda de publicidade nos campos de jogos, que está gerando grande insatisfação nos administradores dos estádios, como revelou matéria do ESPN.com.br, na última semana.

Um encontro entre os executivos aconteceu no início deste mês para tratar do assunto, no Allianz Parque, em São Paulo. O tom da conversa foi duro: o combinado inicial era soltar uma nota de repúdio à entidade máxima do futebol brasileiro, mas alguns recuaram de última hora. A estratégia, então, foi de marcar essa conversa com a confederação e a televisão.

A reclamação é de que a nova redação do texto do artigo quarto do RGC, válido a partir deste ano, acaba com a autonomia em relação à comercialização de algumas propriedades dos estádios, o que estaria interferindo no equilíbrio financeiro das arenas. O objetivo é de justamente conseguir voltar para a redação anteriro.

O Maracanã é o local onde o desgaste tem sido maior: a administradora do estádio carioca vendeu alguns pontos nas arquibancadas para patrocinadores, como perto dos telões, o que gerou um incomodo para a CBF. 

Comentários

Em briga por espaço no estádio, CBF e Globo têm reunião com arenas

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Eurico foge de polêmica, mas responde Flu: 'São mais inteligentes'

Dois Toques
Dois Toques
Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Eurico Miranda Coletiva Vasco 30/06/2015
Eurico Miranda não quis entrar em polêmica

Depois de ouvir as provocações do vice-presidente de Futebol do Fluminense, Mario Bittencourt, o presidente do Vasco, Eurico Miranda, preferiu não dar seguimento à polêmica. O cartola do tricolor carioca mandou um recado ao rival na apresentação de Ronaldinho Gaúcho, anunciado antes pelo time cruz-maltino como se estivesse 90% fechado.

"Eles são mais inteligentes", disse Eurico, em contato com o blog, na tarde desta segunda-feira, em Brasília, após reunião com clubes e o presidente do Senado.

Logo após anunciar o novo reforço, Bittencourt afirmou que "enquanto uns brigavam pelo lado da arquibancada, que por direito é do Fluminense, nós estávamos contratando um jogador que achavam que seria deles", se referindo aos conflitos existentes no Maracanã, onde os dois jogam no próximo fim de semana. 

(Com Gabriela Moreira)

Comentários

Eurico foge de polêmica, mas responde Flu: 'São mais inteligentes'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Clubes e CBF vão ao Senado por aprovação da MP do Futebol ainda nesta segunda

Dois Toques
Dois Toques
Divulgação/Agência Senado
Comissão discute a MP do Futebol em sessão na noite desta quarta-feira
Comissão discute a MP do Futebol: Câmara aprovou texto na semana passada

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), antecipou para a tarde desta segunda-feira um encontro com presidentes de clubes e com a CBF, marcado inicialmente para a terça-feira. O assunto da reunião é a Medida Provisória 671, a MP do Futebol, aprovada na semana passada na Câmara dos Deputados. 

Como os parlamentares entram em recesso nos próximos dias, a ideia é votar ainda nesta tarde o projeto. Assim, faltará apenas o crivo da presidente Dilma Rousseff para virar lei e começar a vigorar.

De acordo com a apuração do blog, não há polêmica entre os senadores em relação ao texto aprovado pelos deputados.

Comentários

Clubes e CBF vão ao Senado por aprovação da MP do Futebol ainda nesta segunda

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Paulo Nobre, Bandeira e o 'estupro' da MP

Dois Toques
Dois Toques
Gazeta Press
Paulo Nobre durante congresso técnico do Paulista
Paulo Nobre foi ao plenário da Câmara

Acompanhado do presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, chega ao plenário da Câmara dos Deputados. Nobre foi o único presidente de clube que esteve presente ao almoço na casa do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), onde as federações conseguiram apoio para serem excluídas das medidas da MP. Passou a ser considerado "desertor" entre os clubes que apoiaram a Medida Provisória.

Sorriso amarelo. Cumprimentos formais, Nobre é protocolar ao encontrar o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello:

Paulo Nobre: "Como vai, Bandeira?"

Eduardo Bandeira de Mello: "Tudo bem... assistindo ao estupro da MP, mas tudo bem..."

Paulo Nobre fica em silêncio, até que é salvo por Carneiro Bastos.

Reinaldo Carneiro Bastos: "Nobre, vem cá pro plenário".

Fecha a cortina.

Comentários

Paulo Nobre, Bandeira e o 'estupro' da MP

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Bandeira diz que Rubinho seria alijado com democratização e que queria presidente da FPF no Rio

Dois Toques
Dois Toques
Divulgação/Flamengo
Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, em entrevista
Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, em entrevista

Em dia de votação da MP do Futebol na Câmara dos Deputados, Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, e Rubens Lopes, presidente da Federação do Rio de Janeiro, foram a Brasília, defendendo lados completamente diferentes. Não chegaram a se cruzar no Congresso Nacional, mas tinham trocado farpas um dia antes, dando continuidade ao conflito que se instalou no futebol carioca desde o início do ano.

Bandeira, porém, encontrou Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista, e deixou um recado com o novo homem forte do futebol paulista.

"Eu disse a ele que gostaria que ele fosse o presidente da Federação Carioca. Fiz questão de dizer isso a ele. Eu sei que podem ter vários clubes no país podem estar satisfeitos com as suas federações. Eu sei que o Reinaldo é um homem de bem e eu queria ele lá no Rio de Janeiro", disse o presidente rubro-negro.

Apesar da MP conter avanços para o futebol brasileiro, a bancada da bola conseguiu retirar do texto um ponto polêmico, que era a mudança no processo eleitoral das federações, que daria mais peso para os clubes grandes profissionais. Com isso, as entidades estaduais tiveram uma vitória nesse sentido, enquanto especialmente Flamengo e Atlético-PR, os mais mobilizados pela causa, se sentiram derrotados.

"Mesmo sabendo que há clubes satisfeitos, eu acho que deveria ter essa mudança na estrutura de poder, deixando mais democrática. Seria bom para todos. Se o presidente é bom, pode ser reconduzido, sem problema nenhum. Mas no Rio, quando estamos rompidos com o presidente dessa instituição, quando todos sabem que ele não merece a confiança dos torcedores, ele certamente seria alijado do poder em um novo formato", completou.

Comentários

Bandeira diz que Rubinho seria alijado com democratização e que queria presidente da FPF no Rio

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Corinthians acerta parceria para rede de restaurantes que gerou crise na gestão Gobbi

Dois Toques
Dois Toques
Reprodução ESPN
Em coletiva, Gobbi cobra implantanção de taxa de natalidade e canta 'Atirei O Pau no Gato' e Raul Seixas
Gobbi vetou rede de restaurantes no seu mandato

O Corinthians acertou no início dessa semana um contrato para lançar sua própria rede de restaurantes nos próximos meses. A primeira loja deve ser aberta em outubro, de acordo com apuração do blog. A parceria é com a Sport Food, empresa especializada no ramo de alimentação para clubes de futebol, e a novidade deve ser anunciada em breve.

A agremiação alvinegra poderia ter sido a primeira no Brasil a ter seu restaurante, mas um veto do presidente Mario Gobbi, no meio de 2013, impediu a iniciativa.

Logo depois da rejeição, o então chefe do departamento de marketing corintiano, Ivan Marques, decidiu deixar o cargo. O conservadorismo e a falta de apoio da gestão no setor foram alguns dos principais motivos para o afastamento do publicitário, sócio-diretor da agência F/Nazca.

Assim como Grêmio, Cruzeiro, Palmeiras, Vasco e Bahia, o clube do Parque São Jorge terá direito a parte da receita dos restaurantes.

Comentários

Corinthians acerta parceria para rede de restaurantes que gerou crise na gestão Gobbi

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Antes de votação da MP, presidente da Câmara corneta Flamengo, seu clube

Dois Toques
Dois Toques
Reuters
Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos deputados
Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos deputados

Em meio a discussões sobre a Medida Provisória 671, a do Futebol, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, aproveitou o momento para conversar e fazer alguns pedidos para Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, time de coração do parlamentar. 

De acordo com depoimentos de quem estava na reunião da semana passada, Cunha iniciou a parte mais descontraída perguntando ao dirigente: "quando será que eu vou poder voltar a assistir a um jogo por mais de 15 minutos? Está difícil assistir os cinco primeiros minutos." 

Bandeira, também de forma tranquila, respondeu que a gestão estava fazendo algumas mudanças necessárias e equilibrando as contas. E logo ouviu do chefe da Câmara: "Não podemos ser rebaixados. Temos que ter essa garantia de que não seremos rebaixados."

Ainda de acordo com quem participou do encontro, até o nome de Vanderlei Luxemburgo foi questionado por Eduardo Cunha, como um gasto mal feito da diretoria.

A MP pode ir ao plenário nesta terça-feira. Se não for, não há mais tempo de ser aprovada e, portanto, ela vai deixar de existir e não virará lei.

Comentários

Antes de votação da MP, presidente da Câmara corneta Flamengo, seu clube

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Aliados da CBF adiam votação em defesa das federações

Dois Toques
Dois Toques
Luis Macedo / Câmara dos Deputado
Plenário da Câmara dos Deputados adiou votação da MP do Futebol
Plenário da Câmara dos Deputados adiou votação da MP do Futebol

Depois de uma tentativa de acordo na noite de quarta-feira, a "bancada da bola" fez pressão para adiar a votacão da Medida Provisória 671 na tarde desta quinta. O deputado Marcelo Aro (PHS-MG), diretor de ética e transparência da CBF, apresentou divergências em relação ao relatório final, fazendo com que o tema saísse da pauta do dia do plenário.

Segundo apuração do blog, Aro é contrário a um ponto específico da MP do Futebol, que diz respeito à participação das federações estaduais nas eleições da entidade. O texto atual afirma que os votos devem ser qualitativos, ou seja, devem ser diferenciados. O parlamentar foi procurado, mas não atendeu às ligações da reportagem.

O Bom Senso, que também estava em Brasília, afirmou que o diretor de ética e o deputado Vicente Candido, que também é faz parte do quadro da CBF, se movimentaram para barrar a MP.

A diretoria da confederação afirmou que não vai se posicionar sobre o tema especificamente, mas disse que desde o começo se manifestou contra qualquer tipo de intervenção do estado na organização do desporto, caso desse ponto polêmico.

"Desde o começo, a nossa posição é de que somos contrários a qualquer tipo de intervenção do estado na organização do desporto. Então, o nosso entedimento é que essas coisas não devem entrar em uma lei", declarou o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, em contato com o blog.

"Sobre o ponto específicio de polêmica, a CBF não vai se posicionar nesse momento. Nós representamos os clubes e as federações e essa é uma clara divergência entre eles. Então, eles precisam se entender. Disse ao Marcelo Aro que a manifestação dele no Congresso era uma posição pessoal dele", completou.

Com isso, um novo acordo vai ser discutido nesta noite para que uma nova tentativa de votação aconteça na próxima semana, na terça-feira.

(Com Gabriela Moreira)

Comentários

Aliados da CBF adiam votação em defesa das federações

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Preocupada, Odebrecht compra mais CIDs para tentar impulsionar o mercado

Dois Toques
Dois Toques
Getty
Andrés: 'Não valeu a pena ter a Arena Corinthians como sede na Copa do Mundo'
Corinthians ainda não conseguiu vender a maior parte dos CIDs

Preocupada com uma ação do Ministério Público, a Odebrecht resolveu começar a comprar alguns títulos dos CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) da Arena Corinthians. Até agora, a construtora acertou a compra de R$ 800 mil na tentativa de mostrar ao mercado que não há nenhum problema com os documentos.

O mecanismo é simples: uma empresa compra o CID, que não é nada mais do que um papel, e usa ele para abater seus tributos, como o ISS e o IPTU, por exemplo.

Acontece, no entanto, que desde a abertura do processo do MP contra a lei que permitiu esse benefício ao clube corintiano, em 2012, a comercialização dos certificados está comprometida.

Os possíveis interessados estão com medo de gastarem dinheiro nisso e serem pegos de surpresa, mais tarde, com uma decisão da Justiça que dê razão ao Ministério Público.

Por isso, a Odebrecht começou um movimento para tentar mostrar aos empresários de que não há problemas em comprar os títulos.

Em entrevista para o ESPN.com.br, no final de maio, Andrés Sanchez falou que a construtora teria comprado entre R$ 30 e R$ 50 milhões em CIDs, o que não aconteceu e não acontecerá, segundo a assessoria de imprensa da empresa.

Comentários

Preocupada, Odebrecht compra mais CIDs para tentar impulsionar o mercado

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Vasco vai ter rede de restaurantes no Rio de Janeiro

Dois Toques
Dois Toques
Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Eurico Miranda Coletiva Vasco 30/06/2015
Vasco, de Eurico Miranda, agora terá rede de restaurantes

Depois de Grêmio, Cruzeiro, Bahia e Palmeiras, o Vasco também terá sua própria rede de restaurantes, no Rio de Janeiro. O clube fechou parceria com a Sport Food, empresa especializada no ramo de alimentação para clubes de futebol, e deve anunciar em breve a novidade.

"Estamos conversando e é muito provável que tenhamos essa parceria", disse Bernardo Pontes, gerente de marketing do time cruz-maltino, ao blog.

Ainda não há informação de quando a primeira loja ficará pronta.

Seguindo os exemplos dos outros clubes, o Vasco terá direito a parte da receita dos restaurantes.

Comentários

Vasco vai ter rede de restaurantes no Rio de Janeiro

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Clubes marcam encontro com presidente da Câmara para aprovação de MP

Dois Toques
Dois Toques
Reuters
Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos deputados
Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos deputados

Preocupados com a Medida Provisória 671, a MP do Futebol, alguns clubes foram a Brasília nesta terça-feira para buscarem uma estratégia de levá-la ao plenário da Câmara dos Deputados. Os dirigentes, que estão reunidos neste momento, querem um encontro com o presidente da casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para garantir que o relatório final seja levado para votação antes do recesso.

Nem todos os cartolas, no entanto, concordam com o texto final do relator Otávio Leite. Porém, o maior receio no momento é de que expire o prazo, que vai até dia 17 de julho, e que todo o trabalho feito até hoje se perca por isso. 

"Estamos trabalhando para que a MP não caduque. Sem ela, muitos clubes vão ficar em situação delicada. Não é o caso do Flamengo e de outros que estão aqui hoje lutando pela MP. É de interesse de todos os clubes que a MP seja aprovada", afirmou Eduardo Bandeira, presidente do Flamengo.

Além do time carioca, estavam presentes Atlético-PR, Corinthians, Coritiba, Grêmio, Internacional, São Paulo e Sport, entre outros.

(Com Gabriela Moreira)

Comentários

Clubes marcam encontro com presidente da Câmara para aprovação de MP

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

mais postsLoading