Toda unanimidade é burra! Até com o Flamengo?

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Qual será a reação da torcida caso o Flamengo seja eliminado pelo São Paulo na Copa do Brasil no terceiro jogo sob o comando de Rogério Ceni?

O técnico era unanimidade para assumir o rubro-negro após a demissão do treinador catalão Domènec Torrent.

Ceni fez o certo! Qual técnico não aceitaria dirigir o time considerado unanimidade como o melhor do Brasil e da América do Sul?

Além da coragem em aceitar o cargo, dois dias antes de uma decisão importante, Ceni acredita no sucesso do seu trabalho e no potencial do elenco do time carioca.

Mas em dois jogos como treinador, os resultados não foram positivos: derrota para o São Paulo por 2 a 1 e empate em 1 a 1 com o Atlético-GO, ambos no Maracanã.

Rogério Ceni comanda último treino antes da decisão contra o São Paulo
Rogério Ceni comanda último treino antes da decisão contra o São Paulo Alexandre Vidal / Flamengo

Penso que a unanimidade não seja algo negativo, mas ela é, sem dúvida, algo perigoso.

E o Flamengo corre perigo na noite desta quarta-feira (18) contra o São Paulo, no Morumbi, no duelo de volta das quartas de final.

O campeão brasileiro e da Libertadores terá que provar em campo que é o melhor time.

O São Paulo defende a vantagem do empate. O Flamengo precisará vencer por dois gols de diferença para avançar. 

Em caso de vitória rubro-negra pela vantagem mínima, 1 a 0, a decisão será nos pênaltis. O gol fora de casa não é critério de desempate na Copa do Brasil.

Ceni diz como sucesso como jogador o ajuda agora e deseja Copa do Brasil: 'Título que falta'

A famosa frase do saudoso escritor e jornalista Nelson Rodrigues "toda unanimidade é burra" também corre perigo.

Se o Flamengo brilhar,  o peso de melhor time voltará com força e alguns ainda vão dizer: "Não fez mais que a obrigação!"

Se perder, será a prova de que concordar com uma única opinião no futebol, é um risco no esporte onde tudo pode acontecer!

Comentários

Toda unanimidade é burra! Até com o Flamengo?

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Se o Palmeiras repetir duas atuações vibrantes e recentes contra gigantes, conquistará o título da Libertadores!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Faltam quatro dias para conhecer o campeão da Conmebol Libertadores 2020: Santos ou Palmeiras? 

A terceira final da história entre times brasileiros em 60 edições disputadas do torneio mais importante da América do Sul! 

O Palmeiras vive um momento de altos e baixos, mas chega à quinta final de Libertadores (um título em 1999 e três vices em 1961, 1968 e 2000) com a melhor campanha da competição. 

É o time de melhor ataque com 32 gols, com cinco goleadas: 3 a 0 contra River e Libertad, 5 a 0 contra Delfín, Tigre e Bolivar.

E se repetir o ótimo futebol de duas goleadas recentes contra os gigantes River Plate e Corinthians, com certeza o Verdão levará o segundo título da sua história, sábado (30), no Maracanã. 

Garçom e goleador: como Rony 'se transformou' na Libertadores para levar Palmeiras à final

Nos dois jogos, o esquema montado pelo técnico português Abel Ferreira encaixou e o Palmeiras passeou contra os argentinos, em Buenos Aires, e massacrou o maior rival pelo Brasileirão, no Allianz Parque. 

Contra o River, no duelo de ida da semifinal, o time Verde foi escalado no 4-5-1 com três garotos no meio-campo: Danilo (19 anos) e Patrick de Paula (21) como volantes e o polivalente Gabriel Menino (20) na armação, um típico camisa 10. 

Eles foram gigantes em Avellaneda e deram velocidade e cadência ao jogo. 

Na linha de frente, Rony e Gustavo Scarpa atuaram pelas pontas e ajudaram na recuperação da bola. Luiz Adriano, a referência no ataque. 

Uma exibição quase perfeita. Resultado: 3 a 0 com gols de Rony, Luiz Adriano e Matías Viña. 

O Palmeiras jogou muito e poderia ter conquistado um placar mais elástico contra o poderoso River.  

Escalação contra o River: Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Alan Empereur e Matías Viña; Danilo (Zé Rafael), Patrick de Paula (Emerson Santos), Gabriel Menino, Rony (Breno Lopes) e Gustavo Scarpa (Raphael Veiga); Luiz Adriano (Willian). 

Os gringos do Palmeiras na Libertadores: Gustavo Gómez e Viña são decisivos na campanha do finalista

A exibição de gala contra o Corinthians trouxe um esquema tático contagiante. O treinador Abel Ferreira surpreendeu Vagner Mancini e escalou dois camisas nove no ataque no 4-4-2: Willian e Luiz Adriano. 

Com quatro jogadores no meio, Danilo, Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga, o Verdão atropelou o rival Corinthians por 4 a 0. 

Nesse jogo, Veiga e Luiz Adriano marcaram dois gols cada. Além dos goleadores, o atacante William teve uma atuação que 
há muito tempo não se via. 

O Bigode deu duas assistências para os companheiros nos dois primeiros gols. Quase fez o seu em grande defesa de Cássio e ainda deixou Gabriel Menino perto de fazer o dele. 

As defesas de Weverton pelo Palmeiras na Libertadores: monstruoso na semi, decisivo nas quartas e 'parede' na fase de grupos

Escalação contra o Corinthians: Weverton; Mayke, Luan (Emerson Santos), Kuscevic e Matias Viña (Gustavo Scarpa); Danilo, Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga (Pedro Acácio); Willian (Breno Lopes) e Luiz Adriano (Rony). 

Desses dois grandes jogos do Palmeiras, prefiro a goleada contra o Corinthians no esquema 4-4-2 com algumas mudanças de peças: Patrick de Paula no lugar de Zé Rafael, por exemplo.

Outra alteração seria no ataque. Rony é o único jogador do elenco a balançar as redes em todas as fases da Libertadores. 

O camisa 11 é quem mais tem participações diretas em gols na competição: 12. Ele marcou cinco e deu sete assistências. 

Mesmo sendo o grande nome do Verdão na Libertadores, considero o atacante Willian mais experiente para essa decisão contra o Santos. 

Ao lado de Rony na artilharia, Luiz Adriano é a esperança do Verdão no ataque. O camisa 10 fez cinco gols em apenas seis jogos com 11 chutes. 

Leila Pereira conta como sofreu em Palmeiras x River Plate: 'Eu saí do meu corpo, acho que eu morri'

O time verde não tem nenhum jogador suspenso para a decisão. O capitão paraguaio Gustavo Gómez está recuperado de uma lesão. O zagueiro disputou todas as 12 partidas na Libertadores. 

Outro pilar do time verde e que poderá ser responsável direto pela conquista do título é o goleiro Weverton. 

O camisa 22 sofreu apenas seis gols, fez 39 defesas, algumas delas importantes, e ficou sete jogos sem ser vazado. 

Lançamentos perfeitos e domínio no meio-campo: como Patrick de Paula faz a diferença no Palmeiras finalista da Libertadores

Se a bola não passar por ele, meio caminho andado para buscar a tão cobiçada taça. 

O duelo entre os técnicos, Cuca e Abel Ferreira, será um jogo de xadrez. Quem estiver em um dia melhor, cumprir melhor o esquema tático e errar menos, levantará a taça!

Se eu fosse o treinador português, repetiria com exaustão trechos desses dois jogos na concentração para o elenco verde ver do que é capaz. 

A um jogo da glória eterna, basta os jogadores entenderem que o Palmeiras é gigante e eles estão devendo uma outra exibição de gala. 

Comentários

Se o Palmeiras repetir duas atuações vibrantes e recentes contra gigantes, conquistará o título da Libertadores!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Se o Palmeiras repetir duas atuações vibrantes e recentes contra gigantes, conquistará o título da Libertadores!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Faltam quatro dias para conhecer o campeão da Conmebol Libertadores 2020: Santos ou Palmeiras? 

A terceira final da história entre times brasileiros em 60 edições disputadas do torneio mais importante da América do Sul! 

O Palmeiras vive um momento de altos e baixos, mas chega à quinta final de Libertadores (um título em 1999 e três vices em 1961, 1968 e 2000) com a melhor campanha da competição. 

É o time de melhor ataque com 32 gols, com cinco goleadas: 3 a 0 contra River e Libertad, 5 a 0 contra Delfín, Tigre e Bolivar.

E se repetir o ótimo futebol de duas goleadas recentes contra os gigantes River Plate e Corinthians, com certeza o Verdão levará o segundo título da sua história, sábado (30), no Maracanã. 

Garçom e goleador: como Rony 'se transformou' na Libertadores para levar Palmeiras à final

Nos dois jogos, o esquema montado pelo técnico português Abel Ferreira encaixou e o Palmeiras passeou contra os argentinos, em Buenos Aires, e massacrou o maior rival pelo Brasileirão, no Allianz Parque. 

Contra o River, no duelo de ida da semifinal, o time Verde foi escalado no 4-5-1 com três garotos no meio-campo: Danilo (19 anos) e Patrick de Paula (21) como volantes e o polivalente Gabriel Menino (20) na armação, um típico camisa 10. 

Eles foram gigantes em Avellaneda e deram velocidade e cadência ao jogo. 

Na linha de frente, Rony e Gustavo Scarpa atuaram pelas pontas e ajudaram na recuperação da bola. Luiz Adriano, a referência no ataque. 

Uma exibição quase perfeita. Resultado: 3 a 0 com gols de Rony, Luiz Adriano e Matías Viña. 

O Palmeiras jogou muito e poderia ter conquistado um placar mais elástico contra o poderoso River.  

Escalação contra o River: Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Alan Empereur e Matías Viña; Danilo (Zé Rafael), Patrick de Paula (Emerson Santos), Gabriel Menino, Rony (Breno Lopes) e Gustavo Scarpa (Raphael Veiga); Luiz Adriano (Willian). 

Os gringos do Palmeiras na Libertadores: Gustavo Gómez e Viña são decisivos na campanha do finalista

A exibição de gala contra o Corinthians trouxe um esquema tático contagiante. O treinador Abel Ferreira surpreendeu Vagner Mancini e escalou dois camisas nove no ataque no 4-4-2: Willian e Luiz Adriano. 

Com quatro jogadores no meio, Danilo, Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga, o Verdão atropelou o rival Corinthians por 4 a 0. 

Nesse jogo, Veiga e Luiz Adriano marcaram dois gols cada. Além dos goleadores, o atacante William teve uma atuação que 
há muito tempo não se via. 

O Bigode deu duas assistências para os companheiros nos dois primeiros gols. Quase fez o seu em grande defesa de Cássio e ainda deixou Gabriel Menino perto de fazer o dele. 

As defesas de Weverton pelo Palmeiras na Libertadores: monstruoso na semi, decisivo nas quartas e 'parede' na fase de grupos

Escalação contra o Corinthians: Weverton; Mayke, Luan (Emerson Santos), Kuscevic e Matias Viña (Gustavo Scarpa); Danilo, Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga (Pedro Acácio); Willian (Breno Lopes) e Luiz Adriano (Rony). 

Desses dois grandes jogos do Palmeiras, prefiro a goleada contra o Corinthians no esquema 4-4-2 com algumas mudanças de peças: Patrick de Paula no lugar de Zé Rafael, por exemplo.

Outra alteração seria no ataque. Rony é o único jogador do elenco a balançar as redes em todas as fases da Libertadores. 

O camisa 11 é quem mais tem participações diretas em gols na competição: 12. Ele marcou cinco e deu sete assistências. 

Mesmo sendo o grande nome do Verdão na Libertadores, considero o atacante Willian mais experiente para essa decisão contra o Santos. 

Ao lado de Rony na artilharia, Luiz Adriano é a esperança do Verdão no ataque. O camisa 10 fez cinco gols em apenas seis jogos com 11 chutes. 

Leila Pereira conta como sofreu em Palmeiras x River Plate: 'Eu saí do meu corpo, acho que eu morri'

O time verde não tem nenhum jogador suspenso para a decisão. O capitão paraguaio Gustavo Gómez está recuperado de uma lesão. O zagueiro disputou todas as 12 partidas na Libertadores. 

Outro pilar do time verde e que poderá ser responsável direto pela conquista do título é o goleiro Weverton. 

O camisa 22 sofreu apenas seis gols, fez 39 defesas, algumas delas importantes, e ficou sete jogos sem ser vazado. 

Lançamentos perfeitos e domínio no meio-campo: como Patrick de Paula faz a diferença no Palmeiras finalista da Libertadores

Se a bola não passar por ele, meio caminho andado para buscar a tão cobiçada taça. 

O duelo entre os técnicos, Cuca e Abel Ferreira, será um jogo de xadrez. Quem estiver em um dia melhor, cumprir melhor o esquema tático e errar menos, levantará a taça!

Se eu fosse o treinador português, repetiria com exaustão trechos desses dois jogos na concentração para o elenco verde ver do que é capaz. 

A um jogo da glória eterna, basta os jogadores entenderem que o Palmeiras é gigante e eles estão devendo uma outra exibição de gala. 

Comentários

Se o Palmeiras repetir duas atuações vibrantes e recentes contra gigantes, conquistará o título da Libertadores!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Linguiça voadora! Bragantino um time com asas e em ascensão!

Carlos Sartori
Carlos Sartori
Claudinho, do Red Bull Bragantino
Claudinho, do Red Bull Bragantino Getty Images

Demorou, mas começou a decolar na hora certa! O Red Bull Bragantino deu um passo gigante ao vencer o Corinthians por 2 a 0, nesta segunda-feira (25), na casa do adversário, no fechamento da 32ª rodada do Brasileirão. Os gols foram marcados por Helinho e Claudinho. 

Com a 11ª vitória e 44 pontos no campeonato, o time de Bragança Paulista não avançou na tabela, segue em 11°, mas está entre os candidatos a Copa Sul-Americana. Por coincidência, um ponto atrás do Corinthians. 

Um grande feito para um time montado com um investimento milionário da empresa Red Bull. 

O dinheiro aplicado pelo patrocinador pode não ter dado até agora o retorno esperado, mas a seis rodadas do final do campeonato, mantém o time na elite do futebol e com números impressionantes. 

O Bragantino tem um jogador em evidência no campeonato: Claudinho. Com o gol marcado contra o Corinthians, o atacante assumiu a artilharia do Brasileirão com 16 bolas nas redes, ao lado de Thiago Galhardo (Inter) e Marinho (Santos). 

Claudinho é o segundo jogador com mais participações diretas em gols. Além das 16 bolas nas redes, contribuiu com cinco assistências. Marinho lidera com um passe decisivo a mais. 

Mais do que isso, o Bragantino chegou a cinco jogos sem perder esse ano: quatro vitórias e um empate. 

Na próxima rodada, o time do interior paulista terá uma parada dura para provar que a ascensão não é puro acaso. O Bragantino enfrentará o Internacional, líder do Campeonato, domingo, no Beira-Rio. 




Por coincidência, as duas melhores equipes do torneio se consideramos apenas os jogos disputados em 2021.  O Inter somou nesse ano 15 pontos. O Bragantino é o segundo com 13. 

Outro atrativo do duelo: ambos estão invictos. O time gaúcho não perde há 10 jogos e o paulista, cinco. 

No segundo turno, os dois clubes fazem a melhor campanha em 13 jogos. O Inter somou 27 pontos. O Bragantino 25, dois à frente do Palmeiras e Athletico-PR. 

Voar é preciso! O Bragantino com tradição e história no futebol brasileiro, mais um aporte milionário de uma empresa famosa por gerar conteúdos esportivos radicais de qualidade, pode ser a grande novidade na mesmice e incompetência de gestores ultrapassados.

Fonte: Carlos Sartori

Comentários

Linguiça voadora! Bragantino um time com asas e em ascensão!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Botafogo tu és glorioso e não podes perder para mais ninguém no Brasileirão!

Carlos Sartori
Carlos Sartori
Nino, do Fluminense, e Matheus Babi, do Botafogo, disputando bola no clássico pelo Brasileirão
Nino, do Fluminense, e Matheus Babi, do Botafogo, disputando bola no clássico pelo Brasileirão Thiago Ribeiro/ Agif/Gazeta Press

A derrota do Botafogo no clássico contra o Fluminense por 2 a 0, neste domingo (24), em São Januário, foi a 17ª em 32 jogos no Campeonato Brasileiro. 

O glorioso é o último colocado com 23 pontos, nove a menos do que o Bahia, time que abre a zona de rebaixamento com 32. 

O time baiano é o único do Z-4 com um jogo a menos (31 a 32). E assim como o Botafogo, todos sofreram 17 derrotas. 

A situação do glorioso é dramática no segundo turno. 

Em 13 jogos, conquistou apenas uma vitória e sofreu 12 derrotas. Levou mais gols do que fez (25 a 8). 

Aliás, o Botafogo tomou gol nos últimos 13 jogos e tem o pior saldo de entre os 20 times do Brasileirão: -24. 

O lanterna é o segundo pior ataque do campeonato com 27 gols, ao lado do Coritiba, vice-lanterna. 







É também o terceiro time mais vazado do torneio com 51 gols sofridos. Só fica atrás do Bahia (53) e Goiás (54), ambos na zona da degola. 

O Botafogo é o time que menos venceu no Brasileirão, apenas quatro triunfos. 

Para não ser rebaixado pela terceira vez, só existe uma solução para o Botafogo nas últimas seis rodadas: encarar cada jogo inspirado em seu hino. 

“Tu és o glorioso, não podes perder, perder para ninguém!”

A letra escrita pelo saudoso compositor Lamartine Babo*, criador de marchinhas famosas do carnaval e autor de hinos dos quatro grandes clubes cariocas, é o caminho para a estrela solitária do Botafogo não se apagar! 

Os seis jogos que restam para o Botafogo no Brasileirão 

 33ª rodada (2 de fevereiro)

Palmeiras x Botafogo 

 34ª rodada (5 de fevereiro)

Botafogo x Sport 

35ª rodada (8 de fevereiro)

Botafogo x Grêmio 

36ª rodada (13 de fevereiro)

Goiás x Botafogo 

37ª rodada (21 de fevereiro)

Botafogo x São Paulo 

38ª rodada (24 de fevereiro)

Ceará x Botafogo 


*O compositor carioca era torcedor do América. Ele escreveu a letra do hino do clube do seu coração e de outros 10 times do Rio de Janeiro. 

Fonte: Carlos Satori

Comentários

Botafogo tu és glorioso e não podes perder para mais ninguém no Brasileirão!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Pintou o campeão? Inter, líder, é o único do G-6 a vencer e faz barba, cabelo e bigode na rodada do Brasileirão

Carlos Sartori
Carlos Sartori

A 32ª rodada do Campeonato Brasileiro foi do jeito que o torcedor colorado sonhou. O Internacional bateu o Grêmio por 2 a 1, de virada, no Gre-Nal 429 disputado no Beira-Rio e encerrou o jejum de dois anos (11 jogos) sem vencer o maior rival. O último triunfo tinha acontecido em setembro de 2018. 

Com a oitava vitória seguida, o time comandado por Abel Braga abriu 4 pontos de diferença para o vice-líder, o São Paulo (62 a 58), que tropeçou contra o Coritiba em casa ao empatar por 1 a 1, no sábado (23) - clique aqui e veja a classificação atualizada

O Inter foi l único clube entre os primeiros seis colocados que triunfou na rodada. 

Além do empate do São Paulo e da derrota do Grêmio, o Flamengo, terceiro colocado, foi superado pelo Athletico-PR por 2 a 1, na Arena da Baixada, e viu o líder disparar na tabela, já que a vantagem colorada agora é de 7 pontos (62 a 55). 

O Atlético-MG, em quarto, foi batido pelo Vasco por 3 a 2 em São Januário e está a 8 pontos do clube gaúcho (62 a 54). 

Inter vira de forma épica sobre o Grêmio; assista aos gols


Já o Palmeiras, quinto colocado e de olho nas finais de Conmebol Libertadores e Copa do Brasil, perdeu para o Ceará por 2 a 1, no Castelão. A equipe está 11 pontos atrás do líder (62 a 51) e praticamente deu adeus ao título. 

Flamengo joga mal e perde para o Athletico-PR; veja os gols


Dos clubes do G-6, só os dois primeiros colocados, Inter e São Paulo, disputaram todos os jogos na tabela (32). Flamengo, Atlético-MG, Palmeiras e Grêmio realizaram 31 cada.

Independentemente dos adversários, o Inter está fazendo o seu papel e até aqui é o time que mais liderou no campeonato: 12 rodadas. É também o único clube do Brasileirão com 18 vitórias, tem o melhor ataque com 55 gols e o saldo mais positivo (25).

Com competência e sorte, a equipe de Edenílson e Patrick está cada vez mais perto do título do Campeonato Brasileiro que não vem desde 1979. 

Faltando agora seis rodadas para o fim e com o time dependendo só de si, o torcedor colorado não vê a hora de soltar o grito entalado na garganta há 41 anos. 

Abel Braga e jogadores do Internacional em jogo do Brasileiro
Abel Braga e jogadores do Internacional em jogo do Brasileiro Divulgação/Internacional

Comentários

Pintou o campeão? Inter, líder, é o único do G-6 a vencer e faz barba, cabelo e bigode na rodada do Brasileirão

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

É emoção todo jogo! Mas tem gente que não gosta do Brasileirão por pontos corridos

Carlos Sartori
Carlos Sartori

A 32ª rodada do Campeonato Brasileiro começou com dois jogos emocionantes no sábado (23), e com certeza a maioria errou o palpite. 

Afinal, quem imaginaria que o São Paulo empataria com o desesperado Coritiba em pleno Morumbi? Ou que o Atlético-MG fosse perder um pênalti contra o Vasco, levar 3 a 0 e, depois, quase buscar o empate - perdeu por 3 a 2?

O Galo é o time que teve mais pênaltis a favor neste Brasileirão, são 12; e também o que mais desperdiçou, são 4.

A equipe de Jorge Sampaoli é a melhor mandante do campeonato, mas fora de casa não vai bem. Nos últimos quatro jogos, foram duas derrotas e dois empates - logo, apenas 4 pontos ganhos de 12 disputados. 

Em noite de Cano, Vasco bate o Atlético-MG; veja os 5 gols


Dois times que brigam pelo título e dois que lutam para não serem rebaixados. 

E nesta história, apenas o Vasco conseguiu subir casinhas na tabela. O time carioca saiu da 17ª posição, a que abre o Z-4, e subiu três de uma só vez. Com 35 pontos, é o 14°. 

Mais do que isso, mostrou um futebol envolvente que há muito não se via e encheu a torcida de esperança. O técnico Vanderlei Luxemburgo cresce quando enfrenta técnicos estrangeiros e times que estão em melhor fase.

Ruim para o Galo, que poderá neste domingo (24) se afastar do líder, o Internacional, caso o time gaúcho vença o clássico Gre-Nal. A diferença é de cinco pontos (59 a 54). 

Empate gigante

 O Coritiba arrancou um empate gigante contra o vice-líder, o São Paulo, por 1 a 1, em pleno Morumbi. O pontinho conquistado pelo Coxa não alterou em nada a sua posição na tabela, que segue sendo a antepenúltima (18a).

 Já o São Paulo - que virou o ano com sete pontos de vantagem na liderança do Brasileiro - chegou a seis jogos seguidos sem vencer (três derrotas e três empates, um deles o 0 a 0 contra o Grêmio que resultou na eliminação da Copa do Brasil na semifinal) e poderá ver o terceiro colocado, o Flamengo, passar à frente caso vença o Athletico-PR. 

São Paulo tropeça de novo, agora no Coritiba; veja os gols


 É por isso que a fórmula de pontos corridos merece aplausos. A reta final ganha emoção, e quem corre risco não soube ter equilíbrio no campeonato. Cada jogo é importante para o sucesso. 

Daniel Alves durante jogo do São Paulo no Brasileiro
Daniel Alves durante jogo do São Paulo no Brasileiro Thiago Rodrigues/Gazeta Press

Comentários

É emoção todo jogo! Mas tem gente que não gosta do Brasileirão por pontos corridos

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Brasileirão: Gre-Nal e clássico Vovô esquentam a 32ª rodada! Veja os palpites e destaques!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

A sete rodadas do final do Campeonato Brasileiro, a tensão e emoção aumentam no topo,  no meio e na parte de baixo da tabela. 

A 32ª rodada começa neste sábado (23) com dois jogos, sete no domingo (24) e termina na segunda-feira (25), aniversário de São Paulo, com o duelo paulista entre Corinthians e Red Bull Bragantino. 

O grande destaque do final de semana será o clássico Gre-Nal 429, domingo, no Beira-Rio. 

O líder Inter (59 pontos), há nove jogos sem perder e com sete vitórias seguidas no Brasileirão, tentará se manter na ponta e encerrar o jejum incômodo contra o rival Grêmio (51 pontos) em sexto na classificação. 

No histórico do confronto foram disputados 428 jogos. O colorado tem a vantagem: 156 vitórias contra 136 do tricolor. O Inter também tem mais gols: 586 a 557. O duelo terminou empatado 136 vezes. 

O Inter está melhor. Além da liderança é o único time com mais vitórias (17), tem o melhor ataque (53 gols) e saldo mais positivo (24).

Por isso chegou a hora do colorado vencer o Gre-Nal depois de dois longos anos de jejum. 

Gre-Nal pela Libertadores
Gre-Nal pela Libertadores Getty Images

O Inter comandado por Abel Braga faz a melhor campanha do segundo turno com 24 pontos em 12 jogos. 

Meu placar: 2 a 1. 

Outro clássico promete fortes emoções na rodada de domingo: Fluminense e Botafogo. 

O clássico Vovô, o mais antigo do Brasil e disputado desde 1905, será em São Januário, a casa do Vasco. 

O tricolor, em sétimo na tabela e com 47 pontos, quer se aproximar dos líderes e beliscar uma vaga na Libertadores.

O glorioso, último colocado no campeonato com apenas 23 pontos, não pode pensar em outro resultado: vitória. 

Esse é o problema. O Botafogo é o time que conquistou menos vitórias no campeonato, apenas quatro em 31 jogos. 

A situação é tão dramática que o primeiro time fora da zona de rebaixamento, o Fortaleza, está com 32 pontos, nove de distância do Botafogo. 

Meu palpite: 1 a 0 Botafogo. Motivo: acredito naquela máxima do futebol: “em clássico tudo pode acontecer”. 

Clássicos destacados, vamos ao jogo de abertura da 32ª rodada. Confronto perigoso e de muita pressão no Morumbi: São Paulo e Coritiba. 

O vice-líder tricolor joga de novo em casa, depois de sofrer uma goleada histórica para o Inter por 5 a 1. 

Caso vença, o tricolor tomará a liderança provisória. A diferença para o Inter é de dois pontos (59 a 57). O São Paulo tem uma vitória a menos (17 a 16). 

Com 26 pontos e a antepenúltima posição na tabela, o desesperado Coritiba é franco atirador e buscará superação na crise do adversário. 

Nesta sexta-feira (22), a torcida do São Paulo protestou no CT do clube e pediu a cabeça do técnico Fernando Diniz, de dirigentes, e exigiu que Daniel Alves saia do time titular.

Mesmo assim, aposto na redenção do São Paulo que não vence há quatro jogos: 3 a 0. 

Os erros em campo que fizeram o São Paulo despencar no Campeonato Brasileiro

A rodada de sábado terá ainda um duelo de gigantes em São Januário: Vasco e Atlético-MG.

O time carioca ocupa a primeira posição do Z-4 com 32 pontos e tem um jogo a menos do que os concorrentes ao rebaixamento (30 a 31). 

O Galo, que caiu uma posição no G-4, é o quarto na tabela com 54 pontos, cinco a menos do que o líder Inter (59). 

O time mineiro comandado pelo argentino Jorge Sampaoli também tem um jogo a menos do que os líderes.  

Promessa de um duelo tático interessante entre Luxemburgo e Sampaoli com muitos gols. 

Meu placar: 2 a 2. 

Domingo a 32ª rodada terá um confronto rubro-negro: Athletico x Flamengo, na Arena da Baixada.

Em 12° na tabela com 39 pontos, o Furacão busca uma vaga na Copa Sul-Americana e mira o difícil sonho da Libertadores. 

O Flamengo assumiu a terceira posição no campeonato depois de uma vitória gigante contra o Palmeiras e entrou na briga pelo título. 

O atual campeão está a quatro pontos do líder (55 a 59) e tem como trunfo um jogo a menos (30 a 31).

Além disso, terá confronto direto com líder e vice-líder nas duas últimas rodadas. 

Aposto em vitória do Flamengo em Curitiba: 2 a 1. 

Ainda no domingo, duelo perigoso entre Ceará e Palmeiras, no Castelão, em Fortaleza. 

Em 10° na tabela com 42 pontos, os donos da casa estão em boa fase e golearam o Goiás na última rodada por 4 a 0. 

A equipe comandada por Guto Ferreira tem o quinto melhor ataque do Brasileirão com 45 gols, dois a mais do que o Palmeiras. 

O meia-atacante Vina é o destaque do time cearense com 11 gols e lidera o ranking de assistências com oito passes. 

Na temporada, ele soma 21 bolas nas redes e é o garçom com 18 assistências. 

Na goleada contra o Goiás, Vina anotou dois gols e deu duas assistências. Só não foi o melhor da rodada porque o atacante Yuri Alberto fez três gols e deu uma assistência na goleada do Inter.

O Verdão ocupa a quinta posição e ainda acredita no título. A equipe de Abel Ferreira tem a segunda melhor campanha do returno com 23 pontos em 12 jogos, um ponto atrás do Inter. 

Os altos e baixos do Palmeiras tiram o favoritismo contra uma equipe que sabe jogar. Aposto em um confronto com possibilidade de muitos gols. 

Meu placar: 2 a 2. 

Na Vila Belmiro, encontro de dois times derrotados na última rodada: Santos e Goiás.

Além da derrota para o Fortaleza, o time santista perdeu a oitava colocação para o Corinthians e se distanciou do G-4 com 45 pontos. 

O time comandado por Cuca não faz um bom segundo turno e seria o 12° em 11 jogos.

O vice-lanterna Goiás foi goleado pelo Ceará por 4 a 0 e apesar do esforço não deverá escapar de outra derrota. 

Aposto na vitória do Santos do vice-artilheiro Marinho : 3 a 1. 

Em Pernambuco, na Ilha do Retiro, duelo de gigantes e desesperados nordestinos: Sport e Bahia. 

Os dois times lutam para fugir da zona do rebaixamento e somam o mesmo número de pontos (32). 

O Bahia (15°) está um pouco melhor na tabela com um jogo a menos (30 a 31). 

O Sport (16°) está uma posição acima da zona de degola e só fica fora porque tem uma vitória a mais do que o Vasco. O time de Luxemburgo abre o Z-4. 

Meu palpite: 1 a 0 Sport.

Em Goiânia, o Atlético-GO enfrentará o Fortaleza. Uma briga no meio da tabela para fugir do Z-4 e quem sabe faturar uma vaga na Copa Sul-Americana. 

As duas equipes conquistaram vitórias importantes na última rodada. O Atlético (13°) bateu o Botafogo por 3 a 1, e de virada. 

O Dragão fez bonito no Rio de Janeiro e completou os oito jogos contra times cariocas sem derrota: quatro vitórias e quatro empates. 

O Fortaleza venceu o Santos por 2 a 0, em casa, e chegou aos 35 pontos, quatro a menos do que o Atlético-GO. 

Aposto na vitória do Dragão jogando em casa: 2 a 1. 

A 32ª rodada do Brasileirão será encerrada na segunda-feira com outro duelo perigoso: Corinthians e Red Bull Bragantino. 

Em 12ª na tabela com 39 pontos, o time de Bragança Paulista tem a terceira melhor campanha do segundo turno. 

O Bragantino soma 22 pontos, dois a menos do que o líder Inter e um a menos do que o Palmeiras, em 12 jogos. 

O atacante Claudinho é o destaque da equipe do interior com 15 gols, empatado com Marinho, do Santos. Ele comandou a goleada do Bragantino contra o Vasco por 4 a 1 com dois gols. 

Pedreira pela frente para o Corinthians que se recuperou da goleada contra o Palmeiras e aplicou 3 a 0 no Sport. 

O time comandado por Vagner Mancini tem a quinta melhor campanha no segundo turno com 21 pontos e um jogo a menos. 

Confronto com promessa de muitos gols e sem favorito. Aposto em um empate: 2 a 2.

Sete rodadas para o término do Campeonato Brasileiro. 21 pontos possíveis em jogo. 

Quem será o destaque da 32ª rodada? Novo artilheiro? Terá mudança na liderança? E na zona de rebaixamento? 

Faça a sua aposta! Os meus palpites eu já dei!

32ª rodada do Brasileirão 

Sábado (23/1)

Morumbi, SP (19h)
São Paulo x Coritiba 

São Januário, RJ (21h)
Vasco x Atlético-MG 

Domingo (24/1)

Arena da Baixada, PR (16h)
Athletico x Flamengo 

Castelão, CE (16h)
Ceará x Palmeiras

Vila Belmiro, SP (18h15)
Santos x Goiás 

Ilha do Retiro, PE (18h15)
Sport x Bahia 

Antônio Accioly-GO (18h15)
Atlético-GO x Fortaleza 

São Januário, RJ (20h30)
Fluminense x Botafogo 

Segunda-feira (25/1)

Neo Química Arena, SP (20h)
Corinthians x RB Bragantino 

Comentários

Brasileirão: Gre-Nal e clássico Vovô esquentam a 32ª rodada! Veja os palpites e destaques!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Eu acredito no título do Flamengo. E você?

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O atual campeão renasceu e não foi porque venceu o Palmeiras por 2 a 0 com uma boa atuação e sorte. 

O time de Rogério Ceni depende apenas de si para faturar a segunda taça seguida. 

Com 55 pontos em terceiro e com um jogo a menos (30 a 31), terá duelos contra o líder Inter (59) e o São Paulo (57). Serão jogos decisivos, nas duas últimas rodadas, para tirar a pequena diferença. 

O campeão voltou? Veja a festa dos jogadores do Flamengo no vestiário após vitória sobre o Palmeiras


Nessa jornada, o Flamengo ganhou aliados: confiança e atitude. É claro que não chega aos pés daquele time que encantou no ano passado, mas voltou a ter consistência. 

O domínio no meio-campo contra o Palmeiras é a prova disso. Uma vitória com simbolismo importante. Em 2019, o triunfo contra o Verdão por 3 a 0, no Maracanã, foi um início de disparada para o título. 

Essa foi a segunda vitória consecutiva do Flamengo sem sofrer gols e o primeiro triunfo contra um time do G-6. 

Até então, o rubro-negro tinha empatado três jogos e sofrido três derrotas. Apenas seis pontos conquistados de 21 possíveis. Mais um motivo para valorizar a vitória sobre o Palmeiras. 

Com gol contra bizarro, Flamengo vence Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro; VEJA como foi!


O brilhante ataque de 2019, com a dupla Bruno Henrique e Gabigol, ainda está devendo, mas existem opções no elenco para Rogério Ceni. 

Chegou a hora dos atacantes rubro-negros funcionarem e assumirem responsabilidades. O título pode passar pelo novo sucesso deles.

O reserva Pedro é melhor nesse Brasileirão com 12 gols. Gabigol, artilheiro do campeonato no ano passado, soma oito. Bruno Henrique fez apenas seis. 

E olha que o Flamengo tem o segundo melhor ataque da competição com 52 gols, ao lado do Atlético-MG. Ambos com um jogo a menos. O Inter 
é superior com 53 bolas nas redes. 

Rogério Ceni analisa ‘processo de evolução’ do Flamengo e afirma: ‘Temos tudo para brigar pelo octacampeonato’


Dos oito jogos que restam, o Flamengo disputará quatro em casa e quatro como visitante. Não serão confrontos fáceis.

Além do líder Inter (casa) e do vice-líder São Paulo (fora), o rubro-negro  visitará o Athletico, Grêmio, Sport e Bragantino. 

Como mandante, terá um clássico regional contra o desesperado Vasco de Luxemburgo e o Corinthians que sonha com uma vaga na Libertadores. 

A ordem é não vacilar! As duas derrotas seguidas para Fluminense, na 28ª rodada, e Ceará, na 29ª, serviram de alerta para o rubro-negro. Seis pontos que hoje deixariam o clube tranquilo na liderança, dois pontos à frente do Inter. 

Se o Flamengo será campeão de fato, só vamos saber nas duas últimas rodadas contra os líderes. 

Eu acredito nesse título e tenho certeza de que o Brasileirão terá emoção até o fim! 

Veja os oito jogos restantes do Flamengo no Brasileirão:

24/1 – Athletico-PR x Flamengo
28/1 – Grêmio x Flamengo
1/2 – Sport x Flamengo
7/2 – Flamengo x Vasco
13/2 – Bragantino x Flamengo
17/2 – Flamengo x Corinthians
21/2 – Flamengo x Internacional
24/2 – São Paulo x Flamengo

Comentários

Eu acredito no título do Flamengo. E você?

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Flamengo vivo na busca pelo título do Brasileirão e Palmeiras dá quase um adeus!

Carlos Sartori
Carlos Sartori
[]

Com um jogo a menos (30 a 31) do que os líderes Inter (1°) e São Paulo (2°), o Flamengo assumiu a terceira posição no Brasileirão ao vencer o Palmeiras por 2 a 0 e ficou a quatro pontos da liderança.

O atual campeão ganhou moral e só depende de si para buscar o título. Dos oito jogos que restam, o Flamengo com 55 pontos terá dois confrontos com os líderes: Inter (57) e São Paulo (55).

O time rubro-negro chegou ao 16° triunfo no campeonato sem fazer força. Com um primeiro tempo melhor, ganhou um gol contra de presente na lambança da defesa palmeirense. A bola passou por baixo das pernas do goleiro Weverton, o zagueiro Kuscevic chutou, a gorducha acertou o corpo de Luan e entrou.

O Palmeiras, com os seus altos e baixos no Brasileirão, não teve a mesma intensidade da goleada contra o Corinthians por 4 a 0. O time verde foi dominado pelo meio campo do Flamengo e a ligação entre os meias Raphael Veiga e Gabriel Menino com os atacantes Willian e Luiz Adriano não funcionou.

O time alviverde errou muitos passes e finalizações. Nos primeiros minutos de jogo, Willian perdeu um gol cara a cara.

Na segunda etapa, foi a vez de Gabriel Menino desperdiçar outra chance absurda.

E se o Palmeiras não teve competência pra marcar, o garoto do Ninho Pepê fez o segundo do rubro-negro

Gol que manteve o tabu de seis jogos sem perder para o Palmeiras. A última vez que o Flamengo foi derrotado aconteceu em 2017.

Com 51 pontos, em quinto na tabela, o Verdão se distanciou do novo líder Inter: oito pontos.

Mesmo com um jogo a menos, o time de Abel Ferreira praticamente deu adeus ao sonho do título do Brasileirão.

Com oito jogos para disputar, não acredito que o Verdão supere quatro adversários (Inter, São Paulo, Flamengo e Atlético-MG) que também vacilam, mas estão em melhores condições.

Dos quatro clubes no G-4, o Palmeiras só terá confrontos diretos contra o São Paulo no dia 7 de fevereiro, no Morumbi, e com o Atlético-MG, no dia 24, também fora de casa.

O Verdão perdeu para o Flamengo porque foi pior, mas deixou de buscar o título em outros jogos que bobeou quando poderia ter vencido.

Só um milagre poderá mudar essa história! O foco do Palmeiras deveria ser as conquistas da Libertadores e Copa do Brasil.

O que vier no Brasileirão será lucro!

Comentários

Flamengo vivo na busca pelo título do Brasileirão e Palmeiras dá quase um adeus!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Abel é o nome da moda no futebol brasileiro!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Abel Braga e Abel Ferreira. Um é veterano e brasileiro; o outro jovem e português. Em comum, a boa fase no velho país do futebol. 

O Abel brasileiro, que já fez história no futebol português, comanda o agora líder do Brasileirão. 

E pra colocar o Inter novamente na ponta da tabela, o treinador conseguiu mudar a cara do time gaúcho. Ele chegou na 21ª rodada do campeonato.

Mais do que isso, humilhou o então líder São Paulo, na noite desta quarta-feira (20), na casa do adversário, por 5 a 1, e chegou a sete vitórias seguidas no Brasileirão. Yuri Alberto foi o destaque com um hat-trick. 

Além da goleada, o Inter tem agora o melhor ataque com 53 gols. O 5 a 1 foi o placar mais elástico da história do confronto entre Internacional e São Paulo. 

Grande feito de Abelão que para alguns já deveria estar aposentado. A resposta está no trabalho bem feito com um time forte, intenso e que respeita o esquema 4-1-4-1 adotado pelo comandante. 

Abel Braga comanda o novo líder do Brasileirão
Abel Braga comanda o novo líder do Brasileirão Ricardo Duarte / Inter

O Abel português está em evidência com o Palmeiras. Em três meses de trabalho, o jovem treinador colocou o Verdão em duas finais: Libertadores contra o Santos e Copa do Brasil com o Grêmio. 

E não para por aí. O time alviverde é o quinto colocado do Brasileirão e com chances de sonhar com o título. 

Abel Ferreira e Abel Braga montaram times competitivos. Ambos tiveram que se reinventar na temporada com o excesso de desfalques das equipes. Deu certo! Basta ver os resultados.

Ainda é cedo para saber qual Abel dará certo e conquistará um título. Esse é o nome da moda no futebol brasileiro. 

Mas é bom lembrar que a origem desse nome bíblico, segundo filho de Adão e Eva, morto por seu irmão Caim, carrega um peso: o prenúncio de seu destino, morto ainda bem jovem. 

Nas entrelinhas, não é hora de comemorar e sim trabalhar muito. 

A fase de ambos é boa, mas pode simplesmente dar em nada. 

Tomara que não! 

Internacional enfia 5 no São Paulo e assume a liderança do Campeonato Brasileiro; VEJA os gols!


Comentários

Abel é o nome da moda no futebol brasileiro!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Atlético-GO é o terror dos times cariocas no Brasileirão!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Com uma virada espetacular contra o Botafogo, no Nilton Santos, o Atlético-GO terminou sua passagem pelo Rio de Janeiro invicto neste Campeonato Brasileiro.

O Dragão meteu 3 a 1, nesta quarta-feira (20), na casa do Glorioso e chegou a quarta vitória contra os times cariocas em oito jogos. O time goiano empatou quatro partidas, marcou 16 gols e sofreu apenas seis.

Antes de massacrar o Botafogo nesta quarta, o Atlético já tinha empatado com Fluminense e Flamengo no Maracanã, ambos por 1 a 1), e vencido o Vasco em São Januário, por 2 a 1.

Números importantes e que ajudaram o Atlético a escapar do Z-4 contra dois rivais diretos: os gigantes Vasco e Botafogo.

Atlético-GO é o time com mais viradas no Brasileirão
Atlético-GO é o time com mais viradas no Brasileirão Thiago Ribeiro/AGIF

O Atlético-GO é o time que mais conquistou viradas no campeonato: quatro.

O Fogão tomou a terceira virada neste Brasileirão e lidera o ranking negativo ao lado de Bragantino, Corinthians, Coritiba, Goiás e Vasco.

Com essa vitória, o Atlético-GO praticamente se livrou do risco de rebaixamento para a Série B e pode sonhar com classificação à Copa Sul-americana. 

O Dragão ocupa neste momento a 12ª posição com 39 pontos. 

A piada da noite é que o Dragão poderia ser campeão Carioca, mas na verdade afundou de vez o Botafogo.

Só um milagre salva o time da estrela solitária que há muito tempo parou de brilhar! 

Atlético-GO contra cariocas na temporada 2020

Brasileirão (4 vitórias e 4 empates)

3 x 0 Flamengo (em casa)
1 x 1 Fluminense (fora de casa)
2 x 1 Vasco (fora de casa)
1 x 1 Botafogo (em casa)
1 x 1 Flamengo (fora de casa)
2 x 1 Fluminense (em casa)
0 x 0 Vasco (em casa)
3 x 1 Botafogo (fora de casa)

Botafogo sai na frente, mas toma virada do Atlético-GO com falha bizarra no final e aumenta drama no Brasileirão


Comentários

Atlético-GO é o terror dos times cariocas no Brasileirão!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Flamengo x Palmeiras: Muita coisa mudou desde o último duelo no Brasileirão!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Quase quatro meses após o último confronto entre Palmeiras e Flamengo, os dois times com os melhores elencos do país, muita coisa mudou.

No empate por 1 a 1 no primeiro turno, no Allianz Parque, em jogo válido pela 12ª rodada do Brasileirão, o estrangeiro Domènec Torrent era o treinador do rubro-negro, mas quem ficou na beira do gramado foi o auxiliar-técnico Jordi Guerrero. 

O técnico Vanderlei Luxemburgo era o comandante do Verdão em um jogo marcado por polêmica e batalha jurídica nos bastidores da justiça. 

A partida só foi liberada para acontecer, 10 minutos antes. Motivo: um surto de Covid-19 atacou o elenco do Flamengo. O time carioca com 20 desfalques apostou nos garotos da base.

Os gols daquela partida, disputada no dia 27 de agosto do ano passado, foram marcados por Patrick de Paula e Pedro. 

Um duelo que teve como destaque o jovem goleiro Hugo em atuação espetacular. Ele segurou o empate. 

O resultado deixou o Palmeiras com 19 pontos, um à frente do Flamengo, e cinco do então líder Atlético-MG. 

Arrascaeta e Zé Rafael disputam bola no empate por 1 a 1, no primeiro turno
Arrascaeta e Zé Rafael disputam bola no empate por 1 a 1, no primeiro turno Cesar Greco / Palmeiras

Hoje, 17 rodadas depois, as duas equipes seguem entre os cinco primeiros colocados na caça ao líder São Paulo que soma 57 pontos. Flamengo (4°, 52 pontos) e Palmeiras (5°, 51) estão com um jogo a menos do que o tricolor e do vice-líder Inter (29 a 30). O Atlético-MG, terceiro colocado, também tem um jogo a menos. 

Agora, a história se inverteu. O Palmeiras que é comandado por um técnico estrangeiro, o português Abel Ferreira, e o Flamengo por um Brasileiro, Rogério Ceni. Engraçado ou até triste como o futebol brasileiro é dinâmico e muda rapidamente. Domènec e Luxemburgo foram demitidos. 

O atual campeão da Libertadores e do Brasileirão que sonhava em repetir o feito de 2019, agora vê de camarote o Palmeiras, em boa fase, disputar duas finais: Libertadores contra o Santos e Copa do Brasil com o Grêmio. 

Resta ao Flamengo apenas a possibilidade de título no Campeonato Brasileiro e o rubro-negro terá que jogar mais bola se quiser a taça. 

Revelação do Palmeiras, Danilo faz muitos elogios a Abel Ferreira e detalha como português o ajuda a evoluir



Na segunda-feira (18), as duas equipes venceram. O Flamengo bateu o Goiás por 3 a 0, na casa do adversário, em jogo válido pela 30ª rodada. Os gols foram marcados por Arrascaeta, Gabigol, que ainda teve dois anulados no primeiro tempo, e Pedro. O time rubro-negro não vencia há três jogos. 

E o Palmeiras massacrou o rival Corinthians por 4 a 0, em jogo adiado da 28ª rodada. Raphael Veiga e Luiz Adriano, com dois gols cada, comandaram a goleada no Allianz Parque. O time alvinegro não perdia há sete  jogos. 

Assim como o Flamengo, o Verdão se fortaleceu para brigar pelo título do Campeonato Brasileiro. A chance é real! 

O Flamengo é o melhor visitante deste Brasileirão até a 30ª rodada, o Palmeiras, o terceiro: 64,3% Fla x 52,4% Verdão.

Quando o assunto é mandante, as duas equipes descem a ladeira. O time verde é o quinto, o rubro-negro, o nono: 64,4% Palmeiras x 55,6% Flamengo.

Na próxima quinta-feira (21), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e com mando de campo do Flamengo, quem vencer dará um grande passo para buscar o líder e virar o jogo. 

Nesse momento, o Palmeiras está mais arrumado do que o Flamengo. No primeiro turno a história era a mesma, e o rubro-negro conquistou um empate heroico com um time de garotos e muitos desfalques. 

O Verdão tem a melhor campanha do segundo turno: 23 pontos em 11 jogos. O Fla é apenas o nono com 17 e um jogo a menos. 

Duelo importante para Rogério Ceni ganhar moral no Flamengo ou o português Abel Ferreira mostrar que, assim como Jorge Jesus, é um treinador europeu diferenciado. 

Será também dia dos goleadores mostrarem que sabem decidir em um jogo tão importante. Do lado do Flamengo, Pedro com 22 gols na temporada e 21 de Gabigol. 

Do lado do Palmeiras, Luiz Adriano com 20 na temporada e Raphael Veiga e Willian com 18 gols cada.  

Se o Flamengo tem Arrascaeta como o garçom do time. No Palmeiras, Willian é o rei das assistências. 

Nesse confronto, arriscar um empate seria o mais justo, mas não duvide se tiver um show de gols e até mesmo uma goleada! 

Flamengo x Palmeiras, São Paulo x Inter e Grêmio x Atlético-MG: Zinho detalha a 'rodada decisiva' do Brasileirão

Comentários

Flamengo x Palmeiras: Muita coisa mudou desde o último duelo no Brasileirão!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

São Paulo x Inter: Dia de reviravolta na liderança do Brasileirão?

Carlos Sartori
Carlos Sartori

A 31ª rodada do Campeonato Brasileiro terá um duelo pra chacoalhar a tabela nesta quarta-feira (20), no estádio do Morumbi.

O líder São Paulo e o vice-líder Inter, as duas melhores equipes do torneio, colocarão a prova o equilíbrio dos números.

Um ponto separa os clubes (57 a 56), ambos conquistaram 16 vitórias, o tricolor tem dois gols a mais do que o colorado (50 a 48), empatam com 28 tentos sofridos e no saldo, o time paulista também é superior (22 a 20). 

O time gaúcho supera o paulista na classificação do segundo turno, da 20ª a 30ª rodada: o Inter é o quarto colocado com 63,6% de aproveitamento e o São Paulo, o quinto, com 60,6%.

Com seis vitórias seguidas, (Botafogo, Palmeiras, Bahia, Ceará, Goiás e Fortaleza), a equipe comandada por Abel Braga subiu a ladeira e caça com força o líder São Paulo. 

A equipe de Fernando Diniz, com altos e baixos, perdeu pontos preciosos e está há três jogos sem vencer no campeonato: derrotas para Red Bull Bragantino e Santos e empate contra o Athletico-PR. A vantagem na liderança, que já foi de sete pontos, hoje é de apenas um.

Inter e São Paulo empataram no duelo de ida: 1 a 1
Inter e São Paulo empataram no duelo de ida: 1 a 1 Rubens Chiri / saopaulofc.net

O São Paulo terá o reforço do artilheiro do time no Brasileiro: Luciano com 12 gols. O  atacante esteve fora dos últimos quatro jogos. O camisa 11 fez falta no ataque tricolor e é um grande reforço. 

Com o goleador em campo, Fernando Diniz poderá retornar ao 4-4-2, melhor esquema tático adotado na competição e que fez o tricolor deslanchar na tabela.

No jogo de ida, válido pela 12ª rodada, Luciano salvou o São Paulo ao marcar o gol do empate por 1 a 1, no Beira-Rio. O artilheiro do campeonato Thiago Galhardo fez o do colorado. Porém, o atacante estará fora por causa de uma lesão muscular na panturrilha esquerda.

No duelo desta quarta, dois desfalques importantes para o tricolor: Hernanes (Covid-19) e Arboleda (3º cartão amarelo). Além de Liziero e Walce (lesionados).

Do lado do visitante Inter, o técnico Abel Braga contará com todos jogadores. Alguns estão fora por contusão há muito tempo. Casos de Guerrero, Saravia, Boschilia, Thiago Galhardo e Moledo. 

Antes criticado e chamado de ultrapassado, o treinador veterano encontrou o esquema perfeito para os jogadores que tem no elenco. O 4-1-4-1 deu oito jogos de invencibilidade para o Inter. Assim como na goleada sobre o Fortaleza por 4 a 2, na última rodada, Abel irá repetir a fórmula contra o São Paulo. Yuri Alberto é o cara para matar o jogo no ataque.

Flamengo x Palmeiras, São Paulo x Inter e Grêmio x Atlético-MG: Zinho detalha a 'rodada decisiva' do Brasileirão


Com 30 jogos disputados, restam oito para os rivais buscarem o título. Momento de decisão e alerta. Qualquer vacilo poderá ser fatal. 

Mesmo se for derrotado, o São Paulo não perderá a vice-liderança pois o Atlético-MG que enfrentará o Grêmio, em Porto Alegre, não alcançará o tricolor paulista.

Mas se o Inter perder e o Galo vencer, o time mineiro assumirá a vice-liderança por somar uma vitória a mais.

Além da busca pela vitória, as equipes precisarão ter cuidado com os jogadores pendurados. 

Nessa altura do campeonato perder peças importantes e pontuação poderá ser o caminho mais curto para dar adeus ao título.

O famoso ditado: Vamos pra frente que atrás vem gente! 

E como tem! Atlético-MG, Flamengo, Palmeiras e Grêmio estão louquinhos para chegar e estragar a festa!

Pendurados São Paulo: Pablo, Juanfran, Gabriel Sara, Reinaldo, Léo, Igor Gomes, Vitor Bueno, Igor Vinicius e Fernando Diniz

Pendurados Inter: Victor Cuesta, Abel Hernández, Caio Vidal, Rodrigo Dourado, Rodrigo Lindoso, Marcos Guilherme, Leandro Fernández, Boschillia e Matheus Jussa

Prováveis escalações:

São Paulo: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Diego Costa (Léo) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes (Tchê Tchê); Brenner e Luciano. Técnico: Fernando Diniz.

Internacional: Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick, Praxedes e Caio Vidal; Yuri Alberto. Técnico: Abel Braga.


Comentários

São Paulo x Inter: Dia de reviravolta na liderança do Brasileirão?

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Palmeiras: O torcedor verde não enxerga a importância do Willian Bigode!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Não entendo por que parte da torcida do Palmeiras não gosta do Willian Bigode! 

Isso é evidente nas críticas que leio nas redes sociais. Considero injusto o que fazem com o jogador. 

Na goleada por 4 a 0 diante do rival Corinthians, o atacante foi o melhor em campo e fundamental nos dois primeiros gols do massacre. 

Ele serviu os companheiros Raphael Veiga e Luiz Adriano. Depois deu um passe açucarado para Gabriel Menino que não soube aproveitar a oportunidade e quase marcou o seu em grande defesa do goleiro Cássio. 

No primeiro gol, com agilidade e inteligência, Willian foi brigador, se livrou do marcador e deu um passe para Veiga dentro da área definir. A precisão da assistência chamou atenção no time que tem errado muitos passes e finalizações.

No segundo, o atacante deu um toque sutil para tirar o goleiro Cássio da jogada e Luiz Adriano, em posição normal, só empurrou a bola para o fundo da rede.

Tudo é questão de posicionamento. Abel Ferreira escalou Willian ao lado de Luiz Adriano. Ele soube se mexer, furar o fraco bloqueio corintiano e buscar a bola para armar jogadas. 

Willian teve atuação de gala no massacre contra o Corinthians
Willian teve atuação de gala no massacre contra o Corinthians Cesar Greco / Palmeiras

Se o torcedor pega no pé do Bigode, deveria saber que do atual elenco ele é o jogador que mais atuou na temporada: 61 de 65 jogos. 

No Brasileirão, Willian também é o atleta que mais esteve em campo: 27 de 29 jogos. 

É o rei das assistências com 22 passes entre o atual elenco verde. 

É o segundo maior artilheiro do Palmeiras no Brasileirão na era dos pontos corridos com 29 gols, atrás de Dudu que soma 41.

Sabe o Evair, aquele que é considerado um dos maiores atacantes da história recente do Verdão? Pois bem, torcedor, o Willian está na nona posição, ao lado de Evair, na lista dos Top 10 que mais marcaram gols pelo Palmeiras em Campeonato Brasileiro. 

Quer mais? O Bigode é o segundo maior goleador do Palmeiras neste século com 56 bolas nas redes, atrás apenas do Dudu, com 70. 

E não para por aí! Willian está na 47ª posição dos maiores artilheiros da história do Palmeiras, ao lado de Zinho. 

O camisa 29 do Verdão soma 210 jogos, 142 como titular, com 56 gols e 22 assistências.

Só nessa temporada, foram 61 jogos, 34 como titular, 18 gols e seis assistências.

Palmeiras atropela Corinthians por 4 a 0 no Allianz Parque; VEJA os gols!



Na goleada sobre o Corinthians, o atacante igualou a marca do goleiro Fernando Prass em números de jogos no Allianz Parque: 86. 

Na arena alviverde, com as duas assistências contra o Corinthians, passou a ser o terceiro garçom do time em casa com 11 passes, apenas um atrás de Marcos Rocha. Dudu lidera com 35.

É preciso saber enxergar a importância de Willian no time alviverde e entender que muitas vezes o jogador não rende em campo por ter sido escalado no lugar errado. 

Contra o Corinthians, o atacante estava livre, leve, solto e decisivo! Ele desmontou a marcação do time alvinegro.

No duelo diante o Sport, pela 29º rodada do Brasileirão, em Pernambuco, Willian fez o gol salvador na vitória por 1 a 0.

No Campeonato Brasileiro, o atacante soma sete gols. Na Libertadores, quatro.

Bigode merece mais chances e o apoio da torcida. Os números comprovam a sua eficiência. 


Comentários

Palmeiras: O torcedor verde não enxerga a importância do Willian Bigode!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Rogério Ceni não encaixou no Flamengo e a vergonha só aumenta

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Rogério Ceni é um cara muito corajoso! Teve peito de assumir o Flamengo, atual campeão da Libertadores e do Brasileirão, depois da passagem de dois técnicos europeus. E ambos foram melhores do que ele. 

O time rubro-negro desmoronou em seu comando. A derrota para o Ceará por 2 a 0 neste domingo (10), no Maracanã, foi vergonhosa sem desmerecer o Ceará que subiu duas posições na tabela e agora é o nono colocado.

O Flamengo empacou na quarta posição com 49 pontos, ao lado do Galo, que ainda entra em campo nessa 29ª rodada contra o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista. 

Se tivesse vencido o Fluminense e o Ceará, ambos no Maracanã, o Flamengo poderia ter ficado a um ponto do São Paulo ao final dessa jornada no Campeonato Brasileiro.

Em 12 jogos, foram quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Muito pouco para o elenco milionário.

A pressão sobre o treinador do Flamengo é gigante, do tamanho da maior torcida do país.

Rogério Ceni vive momento difícil no comando do Flamengo
Rogério Ceni vive momento difícil no comando do Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo

Esse foi o terceiro jogo seguido do time carioca sem vitória e pode ter sido o último dele como treinador. Se não for, os dirigentes do Flamengo são corajosos. 

E pra piorar, o líder São Paulo perdeu a segunda seguida no Brasileirão para o time reserva do Santos por 1 a 0, em pleno estádio do Morumbi. Chance como essa para faturar o bicampeonato, o Flamengo não terá novamente. 

Rogério Ceni não encaixou, os jogadores estão sapateando e o Flamengo não mete mais medo em ninguém! 

Assim é o futebol! 

Com um gol no começo e outro no fim, Ceará vence Flamengo no Maracanã; veja


Comentários

Rogério Ceni não encaixou no Flamengo e a vergonha só aumenta

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Arrascaeta é o único jogador do Flamengo envergonhado?

Carlos Sartori
Carlos Sartori

O atual campeão Flamengo não aproveitou a derrota do São Paulo para diminuir para quatro pontos a diferença que é de sete.

No clássico carioca, válido pela 27ª rodada do Brasileirão, tomou uma virada espetacular do Fluminense por 2 a 1, quando vencia por 1 a 0, e segue em terceiro na tabela.

Se vencesse, e com um jogo a menos, o único objetivo do clube na temporada ficaria mais fácil de atingir.

Autor do gol do Flamengo, o uruguaio De Arrascaeta criticou a atuação do time no segundo tempo e se disse envergonhado.

"A gente começou bem, criou situações. Tomamos um gol de novo. No segundo tempo não tenho muita palavra. A gente tem que sair com vergonha hoje porque a gente está perdendo os jogos. Tem hora que... Assim, a gente não merece ser campeão", desabafou o uruguaio.

Arrascaeta abriu o placar no clássico Fla-Flu
Arrascaeta abriu o placar no clássico Fla-Flu Alexandre Vidal / Flamengo

A pergunta que fica: só ele está envergonhado?

O que acontece com aquele time poderoso que aniquilava os adversários e era o melhor do Brasil?

A verdade é que os jogadores estão perdidos no passado e o técnico Rogério Ceni perdido no presente.

Dizer que os gols sofridos pelo Flamengo "não são treináveis" foi a entrevista coletiva mais ridícula que ouvi nos últimos tempos,

Algo a mais acontece nos bastidores do Flamengo.

Não vejo longa vida do técnico no comando do rubro-negro.

Estaria na hora dele retornar ao Fortaleza que demitiu o técnico Marcelo Chamusca?

As piadas e memes já invadiram as redes sociais!

Mas Ceni não vai cair, a diretoria entende que os jogadores estão devendo e estão acomodados.

Enquanto isso, só o uruguaio colocou a cara pra bater.

Quem mais se sente envergonhado?

Carrasco do Flamengo, Ailton sente 'gosto especial' por vitória no Fla-Flu e diz: 'Nossa meta é a Libertadores'


Comentários

Arrascaeta é o único jogador do Flamengo envergonhado?

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

Boca 0 x 0 Santos: Em noite de lambança do VAR, times de Maradona e Pelé empatam sem gols na Libertadores!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

"Pênalti claríssimo, Santos prejudicado em uma lance capital". assim definiu o comentarista de arbitragem Carlos Eugênio Simon do FOX Sports e ESPN.

O lance que poderia ter mudado a história do duelo de ida da semifinal, em La Bombonera, Buenos Aires, na noite desta quarta-feira (6), aconteceu aos 29 minutos do segundo tempo. Marinho roubou a bola da zaga do Boca e foi claramente derrubado pelo zagueiro Izquierdoz. 

O árbitro Roberto Tobar que teve uma ótima atuação com a disciplina, e aplicou apenas um cartão amarelo no jogo, não foi nem ver o lance na tela do VAR, deixou o árbitro de vídeo decidir. Um erro crucial e que prejudicou o clube brasileiro.

Ao final do jogo, Marinho declarou que também não entendeu porque o árbitro não foi consultar o lance polêmico.

Talvez se o atacante se jogasse menos no chão, a decisão do VAR teria sido diferente.

Árbitro sul-americano acha que brasileiro faz muita encenação.

Foi ou não foi pênalti? Marinho é derrubado na área, árbitro dá só tiro de meta e o VAR também manda seguir


O Santos teve uma ótima atuação no primeiro tempo e poderia ter saído com uma vitória. Com um esquema defensivo forte, o time de Cuca anulou o Boca Juniors que quase abriu o placar nos primeiros minutos de jogo com uma bela jogada de Tevez e Villa que acertou o travessão de John. O lance mais perigoso dos argentinos estava impedido.

O pequeno gigante Soteldo deu trabalho para os defensores do Boca, mas o time brasileiro pecou nas finalizações.

O supersticioso técnico Cuca manteve o time em campo e não foi para o vestiário. Isso aconteceu em 1995, 2015 e 2018. A primeira vez que fez isso foi contra o Fluminense, no histórico 5 a 2. Depois, na final do Paulista contra o Palmeiras. E recentemente, na Libertadores. 

No segundo tempo, o Boca foi melhor, e o duelo dos técnicos com mudanças nas duas equipes deu equilíbrio ao jogo.

Os números mostraram isso: posse de bola: (45% x 55%), finalizações: (9 x 10), finalizações no gol: (2 x 2), grandes chances: (0 x 0) e passes certos: (288 x 357).

Marinho - que apanhou muito em campo - foi eleito o melhor da partida pela Conmebol.

Marinho foi eleito o melhor em campo e sofreu um pênalti claríssimo, não marcado!
Marinho foi eleito o melhor em campo e sofreu um pênalti claríssimo, não marcado! Ivan Storti/Santos FC

Decisão em aberto para a Vila Belmiro, na próxima quarta-feira (13). O Santos mostrou que é um time maduro e poderá chegar à final no Maracanã. no dia 30 de janeiro.

Quem vencer, se classificará. Empate com gols dará a vaga ao Boca. Na Libertadores vale a regra do gol fora de casa. Um novo 0 a 0 levará a decisão para os pênaltis.

O time santista segue invicto fora de casa. Em seis jogos como visitante, foram quatro vitórias e dois empates. 

O Peixe de Cuca sonha com o tetracampeonato da Libertadores.  

E pode ser o primeiro time brasileiro a conquistar o tetra!

Marinho revela papo com árbitro e aviso que foi tocado na área: ‘Não sei porque ele não foi ver na câmera’

Comentários

Boca 0 x 0 Santos: Em noite de lambança do VAR, times de Maradona e Pelé empatam sem gols na Libertadores!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

River Plate 0 x 3 Palmeiras: Invicto, Verdão deixa tetracampeão atordoado e segue como melhor time da Libertadores!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Uma noite de terça-feira (5) digna de semifinal de Libertadores, em Avellaneda, Buenos Aires, na Argentina.

O Palmeiras teve um dia épico e que será lembrado por muito tempo. Uma vitória gigante contra o tetracampeão River Plate por 3 a 0 com gols de Rony, Luiz Adriano e Matías Viña.

O triunfo manteve o time verde invicto em 11 jogos: nove vitórias e dois empates. Fora de casa: quatro vitórias e dois empates.

O Verdão mostrou porque tem o melhor ataque da competição sul-americana com 33 gols, a melhor defesa com apenas quatro gols sofridos e um goleiro gigante. Weverton foi fundamental no triunfo verde com defesas salvadoras. A principal delas nos primeiros minutos de jogo em chute de Carrascal, o Neymar colombiano.

O primeiro tempo teve domínio absoluto de números do time argentino: posse de bola (72% x 28), finalizações (5 x 3), escanteios (2 x 0) e passes (311 x 117).

Mas o Palmeiras foi objetivo no que importa, o resultado, e fez 1 a 0 com Rony. Ele chegou ao quinto gol na Libertadores. Uma jogada iniciada por Patrick de Paula. Ele deu um passe mágico para Gabriel Menino na direita, que cruzou rasteiro para Luiz Adriano. O goleiro Armani saiu errado, de carrinho, e Rony acertou uma bomba!

Ele foi eleito novamente pela Conmebol o melhor jogador em campo.

Rony abriu o placar contra o River e fez o quinto gol na Libertadores
Rony abriu o placar contra o River e fez o quinto gol na Libertadores Cesar Greco / Palmeiras

A surpreendente escalação do técnico Abel Ferreira com três garotos crias da base no meio campo, Danilo, Patrick de Paula, Gabriel Menino, e Gustavo Scarpa aberto na ponta esquerda, deu folego e velocidade ao time.

O River, sempre perigoso, assustou com uma bola no travessão em cobrança de falta de Nacho Fernández.

O Palmeiras ainda marcou um golaço com Gustavo Scarpa, anulado pelo VAR por causa de um impedimento de Luiz Adriano.

Na segunda etapa, o Palmeiras ampliou logo no primeiro minuto. Um golaço de Luiz Adriano. O camisa 10 recebeu de Danilo, girou em cima de Rojas e arrancou para tocar com categoria no gol de Armani.  O atacante é o artilheiro do Verdão na temporada com 18 gols.

Oito minutos depois, o garoto Patrick de Paula, que tinha tomado o terceiro cartão amarelo no primeiro tempo e está fora do próximo jogo, acertou uma bomba que exigiu grande defesa de Armani.

Aos 14 minutos de jogo, o Palmeiras recebeu um presente para facilitar o jogo. O colombiano Carrascal, de 22 anos, foi expulso por acertar um chute desleal o Menino do Verdão.

O irreconhecível River Plate sentiu e tomou o terceiro gol, algo inacreditável para quem acreditava na vitória do time argentino.

O lateral uruguaio recebeu o cruzamento na grande área e fez de cabeça.

Palmeiras 'engole' River Plate na Argentina, faz 3 a 0 e fica perto da final da Libertadores; veja os gols


Uma vitória gigante do Palmeiras fora de casa. O mesmo placar de 1999, último confronto que colocou o Verdão na final do único título conquistado de Libertadores.

A terceira pior derrota do River Plate na história da competição. O time argentino não sofria três gols como mandante desde o dia 29/06/2005 contra o São Paulo.

Além disso, o River não perdia em casa no torneio há 13 jogos, desde o dia 23/10/2018, quando foi derrotado pelo Grêmio. (fonte: @SofaScoreBR)

Mas como futebol é imprevisível, o Palmeiras deu um grande passo e não pode vacilar na volta, na próxima terça, dia 12, no Allianz Parque. 

A equipe argentina precisará vencer por três gols de diferença para se classificar. Se vencer por 3 a 0, levará a decisão para os pênaltis.

É claro que o torcedor alviverde já pode sonhar com a final no Maracanã no dia 30 de janeiro.

E Abel Ferreira merece todo o respeito. O treinador português anulou o esquema tático de Marcelo Gallardo, melhor técnico sul-americano.

Comentários

River Plate 0 x 3 Palmeiras: Invicto, Verdão deixa tetracampeão atordoado e segue como melhor time da Libertadores!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

"Isso está fazendo a diferença", titulares do Palmeiras apontam fator determinante para sucesso do time comandado por Abel Ferreira!

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Fechado com o elenco! É assim que o treinador português Abel Ferreira tem conquistado sucesso no comando do Palmeiras.

Na Libertadores, o Verdão disputou 10 jogos e está invicto com oito vitórias e dois empates. 

O time alviverde tem o segundo melhor ataque da competição com 29 gols, atrás apenas do River Plate (31) e a melhor defesa da competição, quatro gols sofridos.

Nas palavras de três jogadores titulares do elenco alviverde, Weverton, Gabriel Menino e Rony, méritos do técnico que exige apenas o foco dentro de campo e cuida de tudo fora dele. Em entrevista para a Conmebol, o trio revelou bastidores do trabalho de Abel Ferreira. 

"O Abel tem sido um cara muito especial pra gente. Um treinador com filosofia diferente, filosofias novas com aquilo que a gente está acostumado a viver aqui dentro do Brasil. Um treinador que tem acrescentado muito em questão de organização, ensina os atletas a serem mais organizados, mais focados nas tarefas em campo, não se preocupar com o externo, não se preocupar com a arbitragem. Tem passado isso dia a dia. Tem uma forma de trabalhar muito especial, onde trabalha todo o elenco , não tem 11 titular só pra ele. Os 11 titulares só aparecem duas horas antes do jogo, na hora realmente que vai jogar. Isso traz motivação para todo elenco porque deixa todo mundo pronto, preparado pra jogar e isso tem sido muito bom. Tem trazido competitividade entre a gente e estamos muitos satisfeitos com o trabalho dele" revelou o goleiro titular Weverton.

Abel Ferreira comanda o Palmeiras invicto na Libetadores
Abel Ferreira comanda o Palmeiras invicto na Libetadores Cesar Greco / Palmeiras

"Ele é um treinador muito inteligente e tem experiência no futebol. Ele conversa muito com a gente e deixa a gente tranquilo. A gente só tem que entrar e fazer o que ele quer. Isso fica muito mais fácil pra nós, a gente tem na consciência o que tem que fazer e só executa", disse o polivalente Gabriel Menino. 

"É lógico que tem a filosofia dele jogar e a gente acatou isso muito bem, está todo mundo empenhado pra fazer um só papel. Eu acredito que isso está fazendo a diferença e também a confiança que ele passa pra gente dentro de campo é surreal. Então, todo jogo a gente entra para dar o nosso melhor, pra correr um pelo outro, todo mundo empenhado pelo título", afirmou o atacante Rony.

"A gente espera que tenha uma grande temporada para coroar esse grande trabalho que ele (Abel) vem fazendo aqui junto com a gente", finalizou o goleiro Weverton.  

Sormani diz que o Palmeiras tem time pra vencer o River Plate e critica Abel Ferreira 'Reclamar desse elenco é pecado'



Nesta terça-feira (5), em Avellaneda, Buenos Aires, o Verdão enfrentará o River Plate no primeiro duelo da semifinal da Libertadores!

Jogo dificílimo para ver se os ensinamentos do treinador português serão seguidos à risca pelos jogadores do Palmeiras. 

Comentários

"Isso está fazendo a diferença", titulares do Palmeiras apontam fator determinante para sucesso do time comandado por Abel Ferreira!

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

River x Palmeiras: Experiência europeia de Abel Ferreira poderá surpreender Marcelo Galhardo, o melhor técnico sul-americano?

Carlos Sartori
Carlos Sartori

Sempre li e ouvi que os treinadores europeus consideravam os jogadores brasileiros a melhor matéria-prima do futebol mundial. Sorte a deles terem em seus clubes os melhores para buscarem vitórias e títulos. 

O técnico português Abel Ferreira está na contramão dessa história, assim como esteve o seu compatriota Jorge Jesus no comando do Flamengo. 

Ambos vieram ao Brasil para fazerem história não só com os talentosos jogadores e sim com os grandes clubes do país. 

O que aconteceu com Jorge Jesus em 2019 todos sabem. Flamengo super campeão com um timaço de dar inveja até aos clubes europeus. Mesmo perdendo à final do Mundial contra o Liverpool, o rubro-negro mostrou força.

O título da Libertadores de virada contra o River Plate foi uma das decisões e conquistas mais emocionantes dos últimos tempos. 

Gallardo x Abel: duelo entre os melhores ataques da Libertadores!
Gallardo x Abel: duelo entre os melhores ataques da Libertadores! []

Agora chegou a vez do Palmeiras, de Abel Ferreira, medir forças com o tetracampeão River na semifinal da Libertadores. Uma equipe que disputou as últimas duas finais da competição sul-americana, com o título em 2018, diante do Boca Juniors, e o vice em 2019, contra o Flamengo.

O comandante português terá pela frente o melhor treinador sul-americano dos últimos anos, Marcelo Gallardo.

Não será fácil! El Muñeco tem tradição na Libertadores como jogador e técnico. Como meia, faturou um título em 1996 e como treinador dois, em 2015 e 2018. 

Ele faz parte de um seleto grupo de oito que alcançaram esse feito. O técnico Renato Gaúcho é o único brasileiro entre eles. 

Dos quatro técnicos na semifinal, só Abel não tem título da Libertadores. Essa é a sua primeira participação na competição. 

O elenco do Palmeiras não é melhor do que o Flamengo de 2019, mas tem condições de vencer o time argentino nesta terça-feira (5), no estádio Libertadores da América, em Avellaneda, Buenos Aires. 

Para isso, Abel Ferreira não poderá errar na escalação como tem acontecido em alguns jogos. Gabriel Menino não funciona como segundo volante. Ele precisará jogar livre mais adiantado, quase um camisa 10, e ajudar na marcação. 

Eu apostaria nos garotos como volantes: Danilo e Patrick de Paula. Zé Rafael é perigoso. Ele comete muitas faltas e toma cartões desnecessários. Ser expulso na Argentina, seria fatal! Mas Abel Ferreira gosta do jogador e pode retornar como titular. O volante treinou bem e está recuperado de uma lesão. 

Raphael Veiga não teve nenhuma boa atuação desde que contraiu a Covid-19. Não está pronto para um jogo desse nível. Além de Menino, Gustavo Scarpa também está pedindo passagem. 

A defesa do Palmeiras tem sido o ponto alto do time com apenas quatro gols sofridos. A melhor defesa da Libertadores. Gustavo Gómez e Luan formam a melhor dupla de zaga. Marcos Rocha merece continuar na lateral-direita e tem mais experiência. Matias Viña pelo lado esquerdo. 

O Palmeiras tem que atacar o River, e não ficar só no contra-ataque, se quiser sair com um resultado positivo da Argentina. Recuar, será fatal. 

Defendo essa estratégia por alguns motivos. O Palmeiras teve um tempo maior de descanso e precisa aproveitar o desgaste do River que atuou no sábado. O Palmeiras jogou na quarta-feira passada, quando se classificou para à final da Copa do Brasil. Com isso, teve dois dias de folga e dois dias de treinos. Algo que não acontecia há muito tempo.

Por causa da pandemia, o jogo na Argentina não terá torcida como manda a Conmebol. Além disso, o River jogará no campo do Independiente, e não em sua casa, o Monumental de Nuñez. O Verdão estará em campo neutro, praticamente sem pressão, tradição da Libertadores.

Árbitro do jogo do Palmeiras na Libertadores 'pendura' jogadores e foi centro de polêmica em Grêmio x River Plate; Simon analisa

Esperar o contra-ataque como fez o Boca no empate por 2 a 2 no Superclássico disputado sábado, em La Bombonera, é perigoso. 

O Boca Juniors estava muito bem na marcação e só tomou a virada, quando vencia por 1 a 0, porque teve um jogador expulso. Mas o River teve domínio absoluto da partida. 

O 4-4-2 armado por Gallardo, com um time que joga há muito tempo junto, é eficiente e gosta de ficar com a posse de bola. E quando a recupera, tem um ataque poderoso. 

O colombiano Rafael Borré é a referência do ataque com seis gols. O vice-artilheiro finalizou 25 vezes na competição e deu uma assistência.  

O também colombiano Jorge Carrascal é perigoso e quando chega na área sabe ser fatal. O meia é veloz, habilidoso e sabe chutar com as duas pernas. Ele marcou três gols na competição. 

O garçom do time é o atacante Matías Suárez com sete assistências.

Com quem o River saíra jogando, só vamos saber momentos antes da partida. Até nisso, o argentino Marcelo Gallardo é cuidadoso. Os jogadores só são comunicados apenas duas horas antes quem entra no time titular. 

No duelo dos melhores ataques, River (31) e Palmeiras (29), Abel deverá mandar a campo: Rony, Gabriel Veron e Luiz Adriano. Resta saber se o Veron estará 100%. O atacante treinou neste domingo, no Brasil, e nesta segunda (04), na Argentina.

É o melhor que o elenco alviverde pode oferecer nesse momento. Dois jogadores de velocidade pelas pontas e um finalizador na área. Willian é uma boa opção para o segundo tempo. Ele e Luiz Adriano somam 15 gols cada na temporada. 

Com 15 finalizações, Rony é o grande destaque do time com mais participações diretas em gols: quatro marcados e sete assistências. Ele é o maior garçom da Libertadores. Rony será determinante nesse duelo de ida. Por ele, o Palmeiras poderá encontrar espaços para chegar ao gol do River.

Os garotos que subiram da base também serão importantes nessa decisão. Eles marcaram nove gols na Libertadores: Gabriel Menino e Gabriel Veron (três cada), Patrick de Paula, Danilo e Wesley (um cada). O atacante Wesley segue fora lesionado. 

Para furar a marcação do River Plate, três jogadores que chutam forte de fora da área podem surpreender o goleiro Armani: Gabriel Menino, Patrick de Paula e Gustavo Scarpa. Abel deveria usar essa arma contra os argentinos. 

Se não tem título e participa pela primeira vez de uma Libertadores, o português Abel Ferreira chega com moral para enfrentar o poderoso River Plate. 

Além da melhor campanha geral na fase de grupos, o Verdão está invicto na competição com oito vitórias e dois empates. 

Fora de casa, o time alviverde também não perdeu. Em cinco jogos, três vitórias, dois empates e oito gols marcados. 

A bola está com o português. Vamos ver como ele montará o Palmeiras para superar o melhor time e técnico sul-americano. Será com a ginga e habilidade brasileira ou com o forte esquema tático europeu?

Prováveis escalações e desfalques:

RIVER PLATE: Armani; Gonzalo Montiel, Robert Rojas, Paulo Díaz (Pinola) e Casco (Pinola); Enzo Pérez, Nacho Fernández De La Cruz e Carrascal; Matías Suárez e Santos Borré.

Desfalques: Fabrízio Angileri (lesão muscular)

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Danilo (Patrick de Paula), Gabriel Menino (Zé Rafael) e Raphael Veiga; Gustavo Scarpa (Gabriel Veron), Rony e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira

Desfalques: Felipe Melo, Wesley e Luan Silva (lesionados).

Comentários

River x Palmeiras: Experiência europeia de Abel Ferreira poderá surpreender Marcelo Galhardo, o melhor técnico sul-americano?

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.

mais postsLoading