<
>

Campeã da São Silvestre faz melhor tempo da carreira: “Não acreditava”

Sandrafelis Chebet Tuei foi a grande campeã na categoria feminina da Corrida Internacional de São Silvestre, mantendo a soberania africana na prova de rua mais tradicional do Brasil. A atleta do Quênia cruzou a linha de chegada em 50min02s, melhor marca da sua carreira percorrendo 15km.

Aos 20 anos, a jovem corredora garantiu a vitória nos metros finais, ultrapassando Pauline Kaveke Kamulu na subida da Brigadeiro Luis Antônio, a parte do trajeto mais famosa entre os corredores por conta da dificuldade que impões àqueles que estão prestes a cruzar a linha de chegada.

“Não estava acreditando [que podia ultrapassar Pauline], mas acabei conseguindo fazer o meu tempo mais rápido no Brasil e o tempo mais rápido da minha carreira correndo 15km”, disse Sandrafelis à Gazeta Esportiva em tom de comemoração.

Apesar da vitória, a queniana fez questão de ressaltar que não estava se sentindo tão bem nesta segunda-feira. Sandrafelis só ficou mais confortável após correr os primeiros 10km. Daí em diante, ela voou baixo para tirar a vitória da compatriota e subir no lugar mais alto do pódio.

“Não estava me sentindo bem quando comecei a corrida, mas corri até o décimo quilômetro e comecei a me sentir melhor, apertei o ritmo e quando estava no quilômetro 14 apertei ainda mais para vencer a corrida”, prosseguiu.

Já em relação ao forte sol que pairou sobre a capital paulista no último dia de 2018, Sandrafelis garantiu que conseguiu lidar muito bem com as condições climáticas, embora não sejam as ideias para uma prova de longa distância.

“Estava sentindo que estava muito quente, mas continuei correndo, até que meu corpo aguentou bem”, concluiu.