<
>

Lama no Paraíso do Surfe conta como praia do Espírito Santo sofreu com desastre natural de Mariana

Em novembro de 2015, aconteceu uma das maiores tragédias ambientais da história do Brasil. A barragem de Mariana, em Minas Gerais, se rompeu e cerca de 40 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério foram despejados no Rio Doce e terminaram no oceano, na Praia de Regência, no Espírito Santo. Agora, três anos após o desastre natural, os canais ESPN mostram pela série “Lama no Paraíso do Surfe” como a população da praia vive e como o ocorrido mudou a rotina de moradores, surfistas, turistas e até uma tribo indígena da região.

Clique aqui e confira a série Lama no Paraíso do Surfe na íntegra no WatchESPN.

Eleita por ter uma das melhores ondas para a prática do surfe no Brasil no início dos anos 2000, a Praia de Regência era um paraíso para os surfistas e chegou a ser sede de competições. Contudo, 15 dias após o rompimento da barragem de Mariana, a lama chegou pelo Rio Doce e contaminou toda a praia, impedindo a pesca, uma das principais atividades econômica da região, e a prática do esporte, além de afastar os turistas e comprometer uma tribo indígena, que teve que quebrar suas regras e desmatar a região para continuar sobrevivendo.

Esta série faz parte da coleção Originais ESPN do WatchESPN.

Dividida em três episódios, a produção também mostra a perspectiva para o futuro de Regência, como os locais lutam para que a praia volte a ser um bom lugar para se viver e como maior desastre ambiental do Brasil, que matou 19 pessoas, segue sem ter um responsável penalizado.