<
>

UFC: Poirier surpreende, desbanca Holloway e é campeão interino dos leves

Holloway e Poirier fizeram a grande luta da noite Getty Images

Na principal e grande luta da noite, o americano Dustin Poirier consagrou-se em uma verdadeira batalha sangrenta. Venceu o havaiano e atual campeão do peso-pena Max Holloway por decisão unânime dos árbitros (triplo 48-46) e ficou com o cinturão interino dos leves.

E a vitória ainda teve um gostinho especial para o americano. Isso porque os dois lutadores haviam se enfrentado no ano de 2012, com vitória do americano por finalização ainda no primeiro round, quando os dois lutavam no peso-pena. À época, Holloway fazia sua primeira luta no UFC. No novo encontro entre os dois, outra vitória do americano.

Uma vitória teria um grande significado para Holloway. Afinal, se conseguisse a vitória, o carrasco do brasileiro José Aldo por duas oportunidades poderia se tornar o sétimo lutador a ganhar o cinturão em duas categorias diferentes (o quarto ao mesmo tempo, junto com McGregor, Cormier e Amanda Nunes). Mas a chance de entrar para a história parou na boa luta e nos bons golpes de Poirier.

E o primeiro round começou de maneira frenética. Poirier partiu para cima com tudo e encaixou vários golpes. Holloway não conseguia reagir e parecia desnorteado com a intensidade do seu adversário. O havaiano tentava se defender de todas as formas, mas não era páreo para a insana série de golpes.

Menos intenso, Poirier começou o segundo round segurando um pouco mais a luta, e Holloway aproveitou para impor um pouco seu ritmo. Só que o americano se defendia bem e no final encaixou bons golpes no contra-ataque, com sequências atrás de sequências.

O terceiro round continuava com a trocação entre os dois lutadores, mas com os golpes de Poirier entrando com mais intensidade. No fim, o havaiano conseguiu uma boa sequência, obrigando seu adversário a mergulhar na sua perna para travar a luta.

O quarto round trouxe o protagonismo para Holloway, que encaixou boas sequências, uma cotovelada e fez o americano sentir os golpes e o cansaço. Mesmo sentindo fisicamente, os golpes de Poirier faziam efeito, e tornavam o duelo muito equilibrado.

O último round teve os dois lutadores não fugido do infight e trocando golpes no meio do cage. Os dois rostos se apresentavam bastante castigados. Mas ao fim acabou dando Poirier, o novo dono do cinturão interino.

Após a luta, o campeão linear Khabib Nurmagomedov postou em seu Twitter que não concordou com a decisão da arbitragem e que achava mais justo um resultado de empate. Mesmo assim, reconheceu os méritos do americano e que sua conquista não pode ser negada. Por fim, disse que o espera para o confronto entre os dois em setembro.

Ainda no octógono, Poirier já deu seu recado para Nurmagomedov, chamado o rival para a luta ao mesmo modo que Cormier fez para Jon Jones no passado. "Se recomponha que temos uma luta. Nós temos um cinturão para disputar."