<
>

Inter fala em 'golpe' e anuncia reservas no Gre-Nal em protesto a Nico López

play
Presidente do Inter diz que punição a Nico López é golpe e anuncia reservas no Gre-Nal (5:01)

Marcelo Medeiros não gostou da decisão do Tribunal, que puniu o jogador por 4 jogos (5:01)

O aumento da suspensão de Nico López revoltou o Internacional. Nesta sexta-feira, o presidente Marcelo Medeiros convocou uma entrevista coletiva para manifestar aborrecimento do clube com a decisão do TJD-RS e anunciar que o Colorado entrará com time reserva no clássico de domingo contra o Grêmio, às 19h, na Arena, pela 10ª rodada do Gaúcho.

"O conselho de gestão do Internacional vem de forma veemente expressar a sua indignação com o resultado do pleno do TJD-RS, que ampliou a punição ao atleta Nico López, igualando essa punição a de seu agressor", iniciou, de maneira revoltada, o presidente. "A decisão (do TJD-RS) agride a qualidade da competição, o equilíbrio técnico e desestimula o torcedor".

"É um golpe na nossa tradição, fere o nosso torcedor e tira a qualidade de uma rivalidade que nós enaltecemos como uma das maiores do mundo", seguiu Medeiros, que na sequência anunciou que o Colorado, comandado por Odair Hellmann, não jogará com os titulares no final de semana.

"O Inter no próximo domingo não utilizará a equipe que entrou em campo na última quarta-feira. Utilizando, como vem fazendo, para o próximo Gre-Nal a força de seu grupo", falou.

O mandatário também ressaltou que a decisão causa "estranheza" ao clube.