<
>

NBB: Campeão de torneio chora após volta por cima e revela inspiração em irmão que venceu o câncer

O ginásio vibrava como se fosse um jogador de Franca. No centro da quadra, Felipe Vezaro chorava; pensava no irmão e nos aplausos que recebia.

Foram três anos de superação, de lesões no joelho e de amor entre irmãos, na luta para vencer o câncer.

“Minha emoção é porque eu passei por um momento delicado da minha vida. Após duas cirurgias no joelho, eu ia parar de jogar e meu irmão teve câncer; aí criei forças na força que ele tinha pra voltar e se recuperar”, contou Felipe, emocionado, ao ESPN.com,br.

O ala do Joinville Basquete foi campeão do torneio de três pontos, fazendo duas vezes a marca de 22 pontos, um a menos do recorde estabelecido por Marcelinho Machado, ex-jogador do Flamengo, no Jogo das Estrelas.

Lucas Vezaro, o caçula, sofreu com um câncer no sistema linfático durante dois anos e meio. Recebeu forças de toda família, mas a calma necessária para superar o problema ele mesmo tinha.

“A calma que ele (Lucas) tinha me ensinou muita coisa durante esse tempo. Esse título é para ele, minha família, pessoal de Joinville e o povo de Franca que me apoiou desde o início, não tenho nem palavras. Franca é demais, foi maravilhoso”, relata Felipe.

Os dois brilharam durante o fim de semana. Lucas atuou no jogo das novas estrelas brasileiras contra argentinas e fez 10 pontos em 16 minutos dentro de quadra.

Já Felipe venceu o torneio de três pontos, superando Jefferson, de Bauru, na grande decisão.

“O Lucas foi super bem pela seleção e eu sai com o titulo. A cidade de Franca tá de parabéns pela festa”.

O choro de felicidade, do resultado de um trabalho feito durante muito tempo, superando dificuldades. Felipe e Lucas, mais do que nunca unidos, fizeram história mais uma vez.