<
>

Retrospectiva 2018: LeBron, Mahomes, Ovechkin... Os craques, campeões e heróis dos esportes americanos em 2018

Títulos, grandes partidas, rivalidades, heróis.

2018 chega ao fim após mais um grande ano nos esportes americanos, seja em NBA, NFL, MLB ou NHL.

Para relembrar alguns dos principais momentos, o ESPN.com.br juntou os campeões, craques e heróis. Veja:

Os campeões

NBA – Golden State Warriors

O título da NBA de 2018 não foi somente o prêmio para o melhor time, mas também a coroação de uma equipe que construiu uma verdadeira dinastia. Atual bicampeão, o Golden State Warriors varreu o Cleveland Cavaliers nas Finais. Com uma campanha de 58 vitórias e 24 derrotas na temporada regular, os Warriors deixaram San Antonio Spurs, New Orleans Pelicans e Houston Rockets pela estrada dos playoffs. Assim como os campeões, Kevin Durant foi eleito o MVP da série pela segunda vez consecutiva.


NFL – Philadelphia Eagles

Sem Carson Wentz, lesionado no fim da temporada regular, os Eagles foram para os playoffs como zebras, apesar de terem a melhor campanha da NFC. Pois como azarões eles deixaram Atlanta Falcons, Minnesota Vikings e New England Patriots pelo caminho para levarem o primeiro Super Bowl para casa.


MLB – Boston Red Sox

No ano em que seu maior rival contrata o MVP da liga e anuncia o retorno do “Império do Mal”, você consegue montar um time fantástico e levar a World Series. Se isso não fosse bastante, você ainda deixou o tal rival pelo caminho nos playoffs, comemorando na casa deles.


NHL – Washington Capitals

A vitória nas finais da Stanley Cup na série contra o estreante Vegas Golden Knights deu aos Capitals o primeiro título da história da franquia. Após perderem o jogo 1, os Capitals conseguiram virar a série e ficaram com o título após vencerem os quatro jogos seguintes, fechando o confronto em cinco jogos. Ao longo dos playoffs, a equipe foi liderada por grandes atuações de Alex Ovechkin e Evgeny Kuznetsov.

Os craques

NBA – LeBron James

Um início de ano conturbado e repleto de críticas não impediu LeBron James de conquistar coisas grandes em 2018. Ele comandou os Cavs até as Finais com alguns dos momentos mais memoráveis de sua carreira, mas acabou varrido pelos Warriors. Mas, depois da tempestade, sempre vem a calmaria. E foi na tranquilidade da pré-temporada que ele anunciou sua ida para o Los Angeles Lakers. Era o fim da era do maior campeão de Cleveland na cidade e o início da história de um dos gigantes do basquete na equipe que consagrou tantos outros. Desde o início da temporada, James tem mudado o patamar dos Lakers enquanto comanda a nova geração do time.


NFL – Patrick Mahomes

A saída de Alex Smith, anunciada em fevereiro, levantou muitas dúvidas sobre os Chiefs. Tudo foi completamente esquecido quando a temporada começou, com o segundo anista se mostrando como um candidato ao prêmio de MVP graças aos passes incríveis que parece fazer com mágica.


MLB – Mookie Betts

Em sua quinta temporada na MLB, Betts já acumula três Gold Gloves e dois Silver Sluggers. Com 32 home runs na temporada e consistente na defesa, termina 2018 também com o prêmio de MVP da Liga Americana e com o troféu da World Series. Nada mal.


NHL – Taylor Hall

Em sua segunda temporada pelo New Jersey Devils, Taylor Hall teve 93 pontos (39 gols e 54 assistências) e conseguiu uma sequência de 26 jogos consecutivos com pelo menos um ponto, a maior da história da franquia. Hall liderou o time aos playoffs e, além de ser indicado para o All-Star Game, o jogador de 27 anos ganhou o Hart Memorial Trophy, prêmio dado ao MVP da temporada regular.

Os heróis

NBA – Kevin Durant

O prêmio de MVP das Finais não foi por acaso. Durant foi o jogador mais eficiente de um Warriors que continuou sua dinastia. Três títulos em quatro temporadas. No jogo mais difícil, a primeira partida da série, fez arremessos importantes na prorrogação contra os Cavaliers. No jogo 3, uma virada no segundo tempo e o encaminhamento para o título veio com 43 pontos do ala. Durant brilhou. Foi o herói de uma final varrida, mas que se não fosse ele, não aconteceria.


NFL – Nick Foles

Foi a personificação daquele herói improvável dos filmes americanos. Era por causa dele que um dos melhores times da temporada regular acabava sendo apontado como azarão nos playoffs. No Super Bowl, 373 jardas e três touchdowns lançados, além de um recebido no “Philly Special”, e o prêmio de MVP para o reserva que ganha a chance de repetir tudo isso no final do ano.


MLB – Steve Pearce

Em 12 temporadas na MLB ele rodou por sete equipes, fechando com o Red Sox o ciclo dos cinco times da divisão Leste da Liga Americana. Dias depois de chegar por meio de uma troca com o Toronto Blue Jays, ele bateu três home runs contra os Yankees. Na World Series foram atuações históricas e o prêmio de MVP na conquista da equipe de Boston.


NHL - Alexander Ovechkin

Um dos maiores jogadores da história do hóquei finalmente pode comemorar o título da NHL. Após 13 anos na liga, o astro e capitão do Washington Capitals, Alex Ovechkin, conquistou sua primeira Stanley Cup, liderando a equipe da capital norte americana ao longo dos playoffs, com 15 gols e 12 assistências em 24 jogos. Nas finais, foi peça fundamental na vitória por 4 a 1 sobre o Vegas Golden Knights.