<
>

Atacante grandalhão revela que tática de ex-técnico do Stoke City já fez goleiro brasileiro chorar

play
Fantasy: monte toda semana um time de 8 jogadores com os melhores do futebol internacional (0:30)

Você pode montar seu time da Premier League, da LaLiga ou da Uefa Champions League (0:30)

Famoso desde que atuou pelo Liverpool e fez parte da equipe que disputou o Mundial de Clubes em 2005 contra o São Paulo, Peter Crouch não virou o que muita gente esperava. Mas mesmo assim, o gigante de 2,01m de altura construiu carreira consolidada na Premier League.

Um dos times que ele mais fez sucesso é no Stoke, onde está até hoje. E se agora o clube figura apenas na 2ª divisão, nem sempre foi assim e a equipe chegou a ser sensação, surpreendendo até mesmo os gigantes ingleses em algumas oportunidades.

E uma das grandes armas do time era o arremesso de lateral na área, jogada criada pelo técnico Tony Pulis em que o lateral Rory Delap lançava a bola na área para explorar a altura de seu centroavante, que conseguiu marcar muitos gols a partir desse tipo de ação.

E, em seu podcast, intitulado de That Peter Crouch Podcast, o atleta relatou o medo que os adversários sentiam desse tipo de jogada. "Eu vi pessoas entrarem em pânico. Em vez de nos dar laterais, eles preferiam nos dar escanteios, devido ao pânico e a confusão que a jogada causava".

Além disso, Crouch lembrou de uma situação envolvendo o brasileiro Gomes, revelado pelo Cruzeiro, mas que está na Inglaterra há bastante tempo, acumulando passagens por Tottenham e Watford, onde ainda joga. "Nós estávamos lançando 'os mísseis' e eu me lembro do Gomes. Acreditem ou não, tinha uma lágrima em seu rosto. Ele simplesmente não conseguia lidar com esse bombardeio aéreo que estava acontecendo. Estava em um estado de turbulência".

Alguns anos depois, o tal "lateral na área" passou a ser utilizado por vários clubes do mundo. No Brasil, o São Paulo, através do lateral Reinaldo, costuma criar jogadas perigosas graças a essa "arma".