<
>

Aubameyang critica Gabão por escolher seu próprio pai como técnico da seleção

Na última semana, a Federação Gabonesa de Futebol anunciou Pierre François, pai do atacante Aubameyang e ex-capitão da seleção, como seu novo técnico. No entanto, isso não deixou o atacante do Arsenal feliz, visto que seu pai não tinha nem dado uma resposta positiva à entidade.

“Vocês contaram para todo mundo sobre meu pai, o novo técnico da seleção, quando não receberam nem uma resposta dele. O presidente (da organização) ligou para ele e nem perguntou sobre o seu estado de saúde”, publicou o jogador em sua página no Instagram.

Com 53 anos, François tem tido problemas de saúde, e estava em Londres para receber tratamento, quando ficou sabendo sobre a proposta do ministro do esporte.

Além de ter sido o capitão da equipe na primeira Copa das Nações Africanas, em 1994, ele também foi o primeiro futebolista gabonês a jogar na França.

“Vocês sempre se perguntam por que eu tenho problemas com vocês e não quero jogar pela seleção”, continuou. “Apressar uma coletiva de imprensa, quando meu pai disse que daria a resposta só no dia seguinte é uma resposta”, completou, chamando a federação de amadora.

“A decisão dele, para vocês saberem, é negativa. Vocês nem o deram a chance de negociar sobre a comissão técnica e coisas do tipo”, finalizou.

Sem ao menos perguntar ao seu pai, a instituição nomeou Daniel Cousin, que também jogou pelo time de Gabão no passado, como auxiliar técnico da equipe.

A entidade se pronunciou sobre o caso em nota oficial, alegando que a culpa foi do ministro do esporte, que teve a ideia de comunicar todo mundo antes do tempo combinado.

View this post on Instagram

Fega foot ( @fegafoot ) : Vous vous demandiez pourquoi j'ai des problèmes avec vous ? Pourquoi je ne voulais plus venir en sélection? Ceci en est la demonstration encore une fois. Vous annoncez au monde entier, concernant mon père soit disant coach de l'équipe nationale alors que vous n'avez même pas eu son accord ! Le président de la fédération a appelé mon papa et ne s'est même pas soucié de son état de santé, lui qui est malade en ce moment... Pour se précipiter et donner une conférence de presse alors que mon père lui as indiqué qu'il donnerait sa réponse le lendemain : négative (soit dit en passant). Sans même lui laisser le choix ni même négocier par exemple pour son staff ou autres... Bref le jour où la fédération ne fera plus preuve d'amateurisme, l'équipe nationale pourra alors peut être avancer et retrouver des résultats cohérents.

A post shared by Aubameyang (@aubameyang97) on

“O ministro Alain Claudie Bilie-By-Nze instruiu a FEGAFOOT a anunciar a comissão técnica do novo time na quarta-feira”, escreveram. “Não querendo contrariá-lo, a federação realmente anunciou sem ligar para François”, admitiu.

“Não fizemos nada de má fé, considerando que Pierre (François) sempre fez boas ações pela seleção, querendo nos ajudar”, afirmou. “Mas aceitamos que essa situação poderia ter sido evitada”, terminou a organização.

No último mês, Aubameyang entrou em campo no empate por 1 a 1 contra o time de Burundi, no Campeonato Africano das Nações. Depois disso, o ex-comandante José Antonio Camacho foi demitido, após apenas duas vitórias em 17 partidas durante dois anos.