<
>

Após vitória, Seleção faz trabalho regenerativo; D. Costa fica na fisioterapia

A Seleção Brasileira voltou a treinar neste sábado após a suada vitória sobre a Costa Rica por 2 a 0, em São Petersburgo, pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo. Apenas os reservas e aqueles que entraram no decorrer da partida participaram da atividade no gramado, enquanto os titulares fizeram um trabalho regenerativo.

Embora os titulares no duelo contra a Costa Rica não tenham participado do treino proposto para os demais jogadores do elenco, alguns nomes apareceram no gramado para se movimentar. Marcelo, Fagner, Willian e Gabriel Jesus disputaram partidas de ‘futmesa’. Já os volantes Casemiro e Paulinho correram em volta do campo. Alisson, Philippe Coutinho, Neymar, Miranda e Thiago Silva ficaram na academia.

Douglas Costa, que entrou no segundo tempo da partida, não participou do treinamento deste sábado. O atacante, que foi fundamental no primeiro triunfo brasileiro na Copa do Mundo, permaneceu na fisioterapia, assim como Danilo, que teve uma lesão constatada no quadril e acabou cedendo sua vaga na lateral-direita para Fagner.

Vale lembrar que Douglas Costa se apresentou à Seleção Brasileira em Teresópolis já lesionado. O jogador da Juventus tratou uma contratura no músculo posterior da coxa esquerda e só voltou a treinar com os demais companheiros na Inglaterra, após a vitória no amistoso contra a Croácia, em Liverpool. Justamente por isso, o departamento médico prefere tratá-lo com cautela para evitar que um novo problema físico interrompa sua participação no Mundial.

Enquanto Ederson e Cássio trabalhavam sob o comando do preparador de goleiros Taffarel, os jogadores de linha fizeram um alongamento no gramado e, posteriormente, participaram de uma roda de bobinho, nada muito intenso. Tite esteve próximo durante todo o tempo observando o movimento de seus atletas, que já na parte final do treinamento ainda aproveitaram para aperfeiçoar a pontaria em lances que Matheus Bachi, um dos membros da comissão técnica, simulava ser uma espécie de adversário tentando atrapalhar os arremates.

Enquanto os atletas trabalhavam, seus familiares aguardavam na arquibancada, uma vez que receberão folga e só precisam se reapresentar para o almoço de domingo, que antecede o primeiro treino comandado por Tite já direcionado para o confronto com a Sérvia, marcado para a próxima quarta-feira, às 15h (de Brasília), no estádio Spartak, em Moscou.